Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

In situ effect of a proanthocyanidin mouthrinse on dentin submitted to erosion (2017)


Abstract: A matriz orgânica é de grande importância no processo de perda de tecido dental porque funciona como uma barreira que impede a difusão dos ácidos para os tecidos. Para evitar a sua degradação, alguns agentes foram testados numa tentativa de inibir as MMPs, enzimas responsáveis por este processo. A proantocianidina mostrou ser eficiente na inibição das mesmas e, portanto, o objetivo deste estudo in situ foi avaliar o efeito protetor de um enxaguatório com base em proantocianidina aplicada na dentina submetida à erosão. Este estudo cruzado simples-cego foi realizado em 2 fases de 5 dias cada. Sete voluntários usaram 2 dispositivos palatinos em cada fase. Os grupos estudados foram: Primeira Fase / G1 - Desafio Erosivo com bebida ácida (Coca-cola®) antes do tratamento da dentina com enxaguatório bucal de proantocianidina 10% (pH neutralizado a 7,0, Grupo Experimental 1), G2 - Desafio Erosivo com bebida ácida -cola®) antes do tratamento na dentina com enxaguatório bucal de proantocianidina a 10% (sem neutralização, pH 3,0, grupo experimental 2). Segunda Fase / G3 - Desafio erosivo com bebida ácida (Coca-cola®) antes do tratamento na dentina com 0,12% de enxaguatório bucal de Clorhexidina (pH 7,0, controle positivo), G4 - Desafio erosivo com bebida ácida (Coca-cola®) sem tratamento (controle negativo). Os tratamentos com diferentes enxaguatórios foram aplicados uma vez após o segundo desafio erosivo, durante 5 minutos. Os voluntários continuamente usavam o aparelho oral e para o ciclo erosivo, cada dispositivo foi imerso em 150 ml de bebida ácida, 3 vezes ao dia durante 5 minutos durante 5 dias. A Perfilometria foi utilizada para quantificar a perda de dentina (μm). Os dados foram analisados por ANOVA de medidas repetidas seguido por teste de Fishers LSD (p <0,05). G1 (1,17a ± 0,69) e G3 (1,22a ± 0,25) mostraram valores de desgaste significativamente menores, sem diferença estatística entre eles. Também não houve diferenças significativas entre G2 (2,99b ± 1.15) e G4 (2,29b ± 1.13), resultando em maior desgaste quando comparado a outros grupos. Este estudo sugere que o enxaguatório bucal de proantocianidina 10% neutralizada poderia ser uma boa estratégia para diminuir a progressão do desgaste dentinário.


Imprenta:

Data da defesa: 19.04.2017


How to cite
A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

  • ABNT

    CARDOSO, Fabrícia; HONÓRIO, Heitor Marques. In situ effect of a proanthocyanidin mouthrinse on dentin submitted to erosion. 2017.[s.n.], Bauru, 2017.
  • APA

    Cardoso, F., & Honório, H. M. (2017). In situ effect of a proanthocyanidin mouthrinse on dentin submitted to erosion. Bauru.
  • NLM

    Cardoso F, Honório HM. In situ effect of a proanthocyanidin mouthrinse on dentin submitted to erosion. 2017 ;
  • Vancouver

    Cardoso F, Honório HM. In situ effect of a proanthocyanidin mouthrinse on dentin submitted to erosion. 2017 ;