Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Algumas reações de decomposição de martensita (β’₁) de CU-AL: um estudo morfológico (1978)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: GOLDENSTEIN, HELIO - EP
  • USP Schools: EP
  • Subjects: MATERIAIS
  • Language: Português
  • Abstract: Inicialmente descreve-se o Sistema Cu-A1 e as fases que ocorrem do lado rico em cobre; em seguida faz-se uma revisão sobre as reações de decomposição da fase β de alta temperatura no resfriamento e sobre as reações de decomposição da martensita β’₁ no revenido. Faz-se também a revisão de alguns conceitos teóricos sobre interfaces e estabilidade das microestruturas. Estudou-se, na parte experimental, a decomposição isotérmica (revenido) da martensita β’₁ de duas ligas hipoeutetóides em temperaturas que correspondem aos campos α + γ₂ (520 ºC) e α + β (650 ºC) do diagrama Cu-A1. Realizaram-se ainda experiências de solubilização no campo α + β a 576 ºC da estrutura α + γ₂ obtida pelo revenido por 90 minutos a 520 ºC. No revenido a 520 ºC da martensita β’₁ de ambas as ligas observou-se inicialmente a precipitação de alotriomorfos de fase α em contornos de grão, a reversão parcial da martensita para fase β₁ , e transformação in situ da martensita em fase α supersaturada, que gradualmente passa a fase α de equilíbrio. Com tempos maiores, observou-se a decomposição da fase β₁ em γ₂ eα . A fase α tem a forma de plaquetas que mantém planos de hábito herdados da martensita. A fase γ₂ precipita como glóbulos que coalescem sem formar contornos de grão, formando lamelas de interface lisas entre as plaquetas de α . A estrutura α + γ₂ não coalesce nem esferoidiza para os tempos estudados, o que pode ser explicado pela existência de interfaces α / β₁ , e α / γ₂ de baixa energia. Para se estudar a existência de interfaces de baixa energia entre a fase α da transformação in situ e a fase β da reversão da martensita, realizou-se a decomposição da martensita no campo α + β .Observou-se que a fase α resultante de transformação in situ mantém os planos de hábito da martensita; as plaquetas de fase α coalescem sem esferoidizar, mantendo interfaces retas com a fase β e os mesmos planos de hábito que a martensita obtida pelo resfriamento da fase β de reversão. Cada grão de β original dá origem a apenas um grão de β , com a mesma orientação cristalográfica. Para estudar a existência de interfaces de baixa energia entre as fases β₁ e γ₂ e de ambas com fase α , realizou-se a solubilização no campo α + β da estrutura α + γ₂ obtida por revenido. Verificou-se que a fase β precipita no interior da fase γ₂ na forma de glóbulos, que depois crescem dissolvendo parcialmente a fase α . As interfaces α / β mantém-se planas e as plaquetas de α mantém os planos de hábito herdados da martensita. Cada antigo grão de β dá origem a um grão de β com a mesma orientação. Discutiu-se os resultados sob o ponto de vista da relação entre morfologia e a natureza das interfaces. Concluiu-se que os resultados podem ser explicados pela existência de interfaces α / β₁ , α / γ₂ e α / β de baixa energia em algumas direções e interfaces β₁ / γ₂ e γ₂ / β em todas as direções. Discutiu-se ainda a origem de relações de orientação entre os reticulados que correspondem a interfaces de baixa energia.
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 24.04.1978
  • Acesso online ao documento

    Online access or search this record in

    Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    EPBC31200037692FD-206
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      GOLDENSTEIN, Hélio; FALLEIROS, Ivan Gilberto Sandoval. Algumas reações de decomposição de martensita (β’₁) de CU-AL: um estudo morfológico. 1978.Universidade de São Paulo, São Paulo, 1978. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/3/3133/tde-27072017-090050/pt-br.php >.
    • APA

      Goldenstein, H., & Falleiros, I. G. S. (1978). Algumas reações de decomposição de martensita (β’₁) de CU-AL: um estudo morfológico. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/3/3133/tde-27072017-090050/pt-br.php
    • NLM

      Goldenstein H, Falleiros IGS. Algumas reações de decomposição de martensita (β’₁) de CU-AL: um estudo morfológico [Internet]. 1978 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/3/3133/tde-27072017-090050/pt-br.php
    • Vancouver

      Goldenstein H, Falleiros IGS. Algumas reações de decomposição de martensita (β’₁) de CU-AL: um estudo morfológico [Internet]. 1978 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/3/3133/tde-27072017-090050/pt-br.php