Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Estudo sôbre a prospecção geofísica das jazidas de ferro da faixa Nova Era-Itamarandiba Estado de Minas Gerais (1969)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: DAVINO, ANDRE - IGC
  • USP Schools: IGC
  • Subjects: PROSPECÇÃO GEOFÍSICA; FERRO; DEPÓSITOS MINERAIS
  • Language: Português
  • Abstract: Este trabalho apresenta os resultados dos estudos sobre a prospecção geofísica das ocorrências de ferro situadas na faixa Nova Era - Itamarandiba, no centro-leste da Estrada de Minas Gerais. O trabalho mais recente sobre a geologia desta área se deve a Pflug (1965). Esse autor considera que as rochas gnássicas que constituem a faixa Nova Era - Itamarandiba pertencem em parte à Série Minas, ou mais paricularmente, à fácies Guanhães dessa Série e, em parte, à Série pré-Minas. Há, no entanto, diversos indícios de que se trata de uma única unidade estratigráfica, possivelmente a fácies Guanhães da Série Minas, definida por Pflug. Os estudos geofísicos foram efetuados em algumas áreas da parte sul da faixa Nova Era - Itamarandiba, mas, as conclusões tiradas são válidas para toda a região, pos que os corpos de itabirito magnetítico existentes nessa faixa representam características litológicas, estruturais e comportamento magnético semelhantes. O presente trabalho teve por objetivo caracterizar os métodos geofísicos mais adequados à prospecção das ocorrências de ferro daquela faixa. De acordo com seu padrão, as anomalias magnéticas foram classificadas em três categorias (1) tipo-Cauê, (2) tipo- Boa-Esperança e (3) tipo-Canga. Essa classificação tem grande importância do ponto de vista da aplicabilidade do método magnetométrico na pesquisa daquelas jazidas de ferro. Foram realizados levantamento magnetométrico em 4 locais da parte sul daa faixa Nova Era - Itamarandiba: BoaEsperança, Liberdade, Cuité e Curriola. Os resultados desses levantamentos são discutidos no presente trabalho. Sua principal contribuição foi permitir traçar os contornos das ocorrências de ferro em tempo muito mais curto do que seria necessário se fosse usado qualquer outro método de pesquisa. O levantemento aeromagnetométrico executado pela Companhia Vale do Rio Doce e Guanhães detectou cerca de 20 anomalias magnéticas, quase todas ) correspondentes a corpos de itabirito magnetítico. Além disso, auxiliou no traçado das grandes linhas estruturais da área sobrevoada. Do ponto de vista do método da eletrorresistividade, podem ser distinguidos 4 estratos principais nas áreas das ocorrências de ferro da faixa Nova Era - Itamarandiba: solo (condutor); formação ferrífera (resistente); gnaisse decomposto (condutor; gnaisse são (resistente). O gnaisse de composto é o estrato mais espesso e o que apresenta as menores variações de resistividade. Graças a essas características do terceiro estrato que se tornou possível a aplicação do método de eletrorresistividade, pois ele funciona como um substrato condutor de espessura "infinita" para as duas primeiras camadas. Os dois procedimentos principais do método de eletrorresistividade foram empregados: Sondagem elétrica e Carta de Resistividade. A eletrorresistividade complementa o método magnetométrico fornecendo novos dados para o traçado dos contornos das jazidas e acrescenta um outro elemento importante à prospecção daquelasjazidas: a espessura do solo e a formação ferrífera. O estudo em conjunto dos dados de magnetometria e de eletrorresistividade, aliado ao conhecimento geológico da região, permitem reduzir consideravelmente o tempo, os esforços, os custos e os riscos financeiros das pesquisas
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 00.00.1969
  • Acesso online ao documento

    Online access or search this record in

    Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    IGC30900004836T D259 A.e e.2
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      DAVINO, André. Estudo sôbre a prospecção geofísica das jazidas de ferro da faixa Nova Era-Itamarandiba Estado de Minas Gerais. 1969.Universidade de São Paulo, São Paulo, 1969. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/livredocencia/44/tde-15072016-164002/pt-br.php >.
    • APA

      Davino, A. (1969). Estudo sôbre a prospecção geofísica das jazidas de ferro da faixa Nova Era-Itamarandiba Estado de Minas Gerais. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/livredocencia/44/tde-15072016-164002/pt-br.php
    • NLM

      Davino A. Estudo sôbre a prospecção geofísica das jazidas de ferro da faixa Nova Era-Itamarandiba Estado de Minas Gerais [Internet]. 1969 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/livredocencia/44/tde-15072016-164002/pt-br.php
    • Vancouver

      Davino A. Estudo sôbre a prospecção geofísica das jazidas de ferro da faixa Nova Era-Itamarandiba Estado de Minas Gerais [Internet]. 1969 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/livredocencia/44/tde-15072016-164002/pt-br.php