Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Linguagem verbal na aula de educação física: suas funções e registros (1987)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: WEISSLER, BETTINA URSULA - EEFE
  • USP Schools: EEFE
  • Subjects: APRENDIZAGEM; COMUNICAÇÃO; EDUCAÇÃO FÍSICA
  • Language: Português
  • Abstract: Neste trabalho, estuda-se o uso da linguagem verbal pelo professor na aula de Educação Física, suas funções e suas variedades, aplicadas às diversas situações de comunicação. A análise do conceito de educação física e do seu quadro de objetivos permite concluir que a linguagem verbal como meio de comunicação é indispensável para o desenvolvimento das atividades dessa disciplina. Sua função não se restringe à informação. Permite influenciar o comportamento dos alunos e criar o clima emocional necessário à aula. Além disso, contribui para caracterizar o professor como indivíduo e como representante de um papel social. Ao longo desta dissertação, procura-se mostrar que as variedades de linguagem, ou melhor, de registro, estão ligadas ás variedades de situação de comunicação. Numa aula de educação física, distinguem-se três tipos de situação. Em primeiro lugar, aquelas cujo assunto é a aprendizagem motora e nestas a linguagem culta e o vocabulário técnico constituem a opção mais adequada, pois permitem uma comunicação precisa e inequívoca, criando o clima de seriedade e concentração necessário à aprendizagem. Em segundo, estariam as situações que tratam da organização da aula. A linguagem coloquial juntamente com o vocabulário técnico popular se revelam como recursos linguísticos mais adequados, pois facilitam a comunicação rápida, conferindo à aula de educação física uma imagem descontraída. Finalmente, em situações que têm por tema a trnsmissão de conhecimento teórico, novamente a linguagem culta e o vocabulário técnico se mostram mais adequados. Ao final, este trabalho procura demonstrar que, se a linguagem culta nem sempre se apresenta como a variedade linguística adequada á aula de Educação Física, por outro lado, também o emprego sistemático da linguagem coloquial não pode ser considerado ideal. (Continua)(Continuação) Seria preciso, pois, adequar a linguagem às exigências particulares da aula de educação física , e ás diferentes situações que nela ocorrem, aproveitando conscientemente as variedades que a linguagem oferece
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 17.06.1987

  • Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    EEFE10300011101T 796.017 R-3 ex.2
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      RIED, Bettina; PRETI, Dino Fioravante. Linguagem verbal na aula de educação física: suas funções e registros. 1987.Universidade de São Paulo, São Paulo, 1987.
    • APA

      Ried, B., & Preti, D. F. (1987). Linguagem verbal na aula de educação física: suas funções e registros. Universidade de São Paulo, São Paulo.
    • NLM

      Ried B, Preti DF. Linguagem verbal na aula de educação física: suas funções e registros. 1987 ;
    • Vancouver

      Ried B, Preti DF. Linguagem verbal na aula de educação física: suas funções e registros. 1987 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: