Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Estrutura e produtividade da comunidade: fitoplanctônica correlacionadas com parâmetros abióticos no sistema estuarino do rio Goiana, Pernambuco, Brasil (1997)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: FEITOSA, FERNANDO ANTONIO DO NASCIMENTO - IO
  • USP Schools: IO
  • Subjects: PLÂNCTON; ESTUÁRIOS; PRODUTIVIDADE MARINHA
  • Language: Português
  • Abstract: O sistema estuarino do rio Goiana está situado entre os estados de PE e PB, sendo composto pelos rios Goiana e São Lourenço. Em suas margens se desenvolve exuberante vegetação de mangue tipo ribeirinho. Visando conhecer a ecologia, a estrutura dacomunidade e a produtividade fitoplanctônica desenvolveu-se esta pesquisa, onde foram feitas coletas mensais, entre 03/92 e 02/93, em 4 estações fixas durante as baixas-marés e preamares diurnas. Além destas, foram feitas coletas a cada 2 horas,em um ciclo de 12 horas nos períodos chuvoso (07/92) e seco (02/93). As amostras de plâncton foram obtidas através de arrastos horizontais à superfície com rede de malha, durante 3 min. Coletas de água para análise de densidade, biomassa eprodução primária foram obtidas com garrafa de Van Dorn. Dados de clima provieram da estação meteorológica do Curado e as hidrológicas foram coletadas simultaneamente com o fitoplâncton em diferentes profundidades para fins comparativos. Aclimatologia confirmou existência de 2 períodos distintos: chuvoso (março a agosto) e seco (setembro a fevereiro). Os parâmetros hidrológicos revelaram um alt. variando de limnético a eualino, sendo que, no período chuvoso ocorreram variaçõesmais acentuadas, entretanto, o predomínio foi de estuário homogêneo. Não foi observada estratificação térmica. Maiores concentrações de nutrientes e materiais em suspensão ocorreram na porção mais interna do estuário e em baixa-marés. Foramidentificados 119organismos na variação anual e diurna destacando-se as diatomáceas com as esp.A.splendente, C. centralis, B. malleus, B.regia e Thalassiosira sp. A densidade fitoplanctônica das amostras de garrafa apresentou concentração deaté 9.260.000 cel/l, com predomínio das distomáceas e fitoflagelados. A biomassa total anual e diurna variou de 1,48 a 43,64 mg.m-3, enquanto a fracionada mostrou domínio nano-picofitoplânctonico. A produtividade primária total anual e diurna apresentou grandes oscilações, fato mais acentuado à jusante, com mínimo de 0,29 e máximo de 196,18 mgC/hm3. A produtividade fracionada mostrou que a fração do picofitoplâncton foi a que mais contribuiu na maioria dos meses, exceto06 a 07/92 e 02/93, onde houve domínio dos microfitoplâncton. Todos estes resultados revelaram tratar-se de ambiente com forte hidrodinâmica, sujeito a influência do fluxo marinho, sendo ecossistema altamente produtivo e com indício de poluiçãomais restrita à porção interna do estuário. A alta produtividade, permite o desto. de outros organismos da teia alimentar havendo grande atividade pesqueira levando a referida área a ter grande importância sócio-econômica para a população depescadores
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 08.08.1997

  • Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    IO12200010417mez 03.21 F336e Tese
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      FEITOSA, Fernando Antonio do Nascimento; TEIXEIRA, Clóvis. Estrutura e produtividade da comunidade: fitoplanctônica correlacionadas com parâmetros abióticos no sistema estuarino do rio Goiana, Pernambuco, Brasil. 1997.Universidade de São Paulo, São Paulo, 1997.
    • APA

      Feitosa, F. A. do N., & Teixeira, C. (1997). Estrutura e produtividade da comunidade: fitoplanctônica correlacionadas com parâmetros abióticos no sistema estuarino do rio Goiana, Pernambuco, Brasil. Universidade de São Paulo, São Paulo.
    • NLM

      Feitosa FA do N, Teixeira C. Estrutura e produtividade da comunidade: fitoplanctônica correlacionadas com parâmetros abióticos no sistema estuarino do rio Goiana, Pernambuco, Brasil. 1997 ;
    • Vancouver

      Feitosa FA do N, Teixeira C. Estrutura e produtividade da comunidade: fitoplanctônica correlacionadas com parâmetros abióticos no sistema estuarino do rio Goiana, Pernambuco, Brasil. 1997 ;