Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Caracterização do látex e da borracha natural de seringais de Presidente Prudente/SP (1999)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: FERREIRA, MARISELMA - IQSC
  • USP Schools: IQSC
  • Subjects: FÍSICO-QUÍMICA
  • Language: Português
  • Abstract: Com a finalidade de realizar um estudo para a caracterização de látex e borracha natural de clones de seringais (Hevea brasiliensis) plantados no estado de São Paulo, este trabalho foi conduzido em experimento na região de Presidente Prudente. Foram estudados os clones RRIM 600, IAN 873, GT 1 e PB 252 em três diferentes freqüências de sangria. A caracterização das propriedades do látex e da borracha natural foi feita através de ensaios padrões de conteúdo de borracha seca (DRC), % de cinzas, % de nitrogênio, plasticidade Wallace e viscosidade Mooney. A investigação do efeito da sangria nas características do látex foi feita através de microánalises de sacarose, tióis (R-SH) e fósforo inorgânico (Pi). Os resultados mostraram que as propriedades do látex e da borracha variaram consideravelmente em função do tipo de clone, freqüência de sangria e estações do ano. Os valores de DRC tendem a diminuir no início da estação seca e fria (meses de maio e junho), enquanto que para a% de nitrogênio e % de cinzas observou-se um aumento neste mesmo período. Uma hipótese que pode explicar estes comportamentos é o fato das condições climáticas do período acima citado favorecerem a queda das folhas das árvores e a diminuição da fotossíntese, fazendo com que os nutrientes da planta sejam direcionados para o látex. Para os resultados de viscosidades Mooney e plasticidade Wallace o clone RRIM 600 apresentou os maiores valores médios, o que indica que a borracha deste clone émais dura do que a borracha dos demais clones. No estudo dos parâmetros fisiológicos do látex observamos que cada tipo de clone responde de uma forma diferente ao tipo de sangria e estimulação. Na análise dos parâmetros fisiológicos do látex em função dos meses de coleta observamos nos meses de maio e junho um aumento no conteúdo de Pi, RSH e queda do conteúdo de sacarose e DRC. Este comportamento está associado ao aumento da produtividade da seringueira ) que é máxima nestes meses. Os baixos valores de sacarose e DRC e altos valores de Pi e R-SH indicam que nesta época do ano as árvores dos clones estudados neste trabalho produzem sob condições de super-explotação, demostrando a importância dos estudos de caracterização do látex e borracha natural realizados neste trabalho
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 26.03.1999

  • Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    IQSC30800009971T1081
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      FERREIRA, Mariselma; MATTOSO, Luiz Henrique Capparelli. Caracterização do látex e da borracha natural de seringais de Presidente Prudente/SP. 1999.Universidade de São Paulo, São Carlos, 1999.
    • APA

      Ferreira, M., & Mattoso, L. H. C. (1999). Caracterização do látex e da borracha natural de seringais de Presidente Prudente/SP. Universidade de São Paulo, São Carlos.
    • NLM

      Ferreira M, Mattoso LHC. Caracterização do látex e da borracha natural de seringais de Presidente Prudente/SP. 1999 ;
    • Vancouver

      Ferreira M, Mattoso LHC. Caracterização do látex e da borracha natural de seringais de Presidente Prudente/SP. 1999 ;