Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Diques seletivos na sistematização de torrentes (1999)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: PINTO, DELDUQUE PALMA - EP
  • USP Schools: EP
  • Sigla do Departamento: PHD
  • Subjects: ENGENHARIA HIDRÁULICA E SANITÁRIA
  • Language: Português
  • Abstract: Os diques transversais fechados representam importante parte das obras necessárias à sistematização das torrentes, principalmente na consolidação de suas margens em trechos problemáticos. O presente trabalho aborda uma alternativa a estes diques, os diques abertos ou permeáveis, usados na interceptação seletiva da carga de sedimentos em um ponto do rio e que é produzida nas partes altas da bacia hidrográfica por erosão de superfície ou mesmo por escorregamentos de encostas e debris-flow. Esta alternativa permite uma espécie de "laminação" da vazão sólida durante as cheias, atenuando o transporte para jusante e permitindo a passagem de material mais fino, por vezes necessário ao equilíbrio rio abaixo. Durante as vazões comuns mais baixas, este tipo de estrutura permite ainda uma "auto-limpeza", devido a sua permeabilidade, com aumento da vida útil em relação à solução clássica. São abordados aspectos relativos à utilização destes diques seletivos nos rios de altas declividades que, por apresentarem intenso transporte sólido de material muito grosseiro, geram leitos extremamente rugosos. Além disso, dois modelos matemáticos explícitos do tipo preditor-corretor foram desenvolvidos para resolução das equações diferenciais das fases líquida e sólida, para representação da deposição a montante destes diques, na tentativa de simular o preenchimento da sua capacidade de retenção e avaliação de sua vida útil. O primeiro é um modelo quase permanente, usado para simulações delongo período, no qual se considera adaptação hidrodinâmica instantânea com a variação do fundo, e o segundo, para simulações de curto prazo, considera as equações completas de Saint Venant para regime variado não permanente. Neste último, a parte hidrodinâmica é resolvida pelo esquema numérico de MacCormack, conseguindo representar ondas de choque tais como o ressalto hidráulico, de ocorrência comum a montante das estruturas de retenção com ) aproximação em regime super-crítico. Apesar das equações das fases líquida e sólida não serem acopladas, o esquema preditor-corretor confere ao método características de acoplamento, já que o passo corretor leva em conta condições hidrodinâmicas alteradas pela variação do fundo proporcionadas pelo passo preditor
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 23.04.1999

  • Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    EPEC31400013440FT-1269
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      PINTO, Delduque Palma; TAMADA, Kikuo. Diques seletivos na sistematização de torrentes. 1999.Universidade de São Paulo, São Paulo, 1999.
    • APA

      Pinto, D. P., & Tamada, K. (1999). Diques seletivos na sistematização de torrentes. Universidade de São Paulo, São Paulo.
    • NLM

      Pinto DP, Tamada K. Diques seletivos na sistematização de torrentes. 1999 ;
    • Vancouver

      Pinto DP, Tamada K. Diques seletivos na sistematização de torrentes. 1999 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: