Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Fina especificidade da resposta imune à antígenos peptídicos múltiplos (MAPs) contendo epítopos T e B da proteína CS de Plamodium falciparum de indivíduos naturalmente expostos à malária no Brasil (1999)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: ARRUK, VIVIANA GALIMBERTI - ICB
  • USP Schools: ICB
  • Sigla do Departamento: BMP
  • Subjects: PARASITOLOGIA; MALÁRIA
  • Language: Português
  • Abstract: Nós estudamos a resposta imune celular (linfoproliferação) e humoral (pesquisa de anticorpos IgG e IgM- ELISA) contra o MAP (T1B)4 da proteína CS de P.falciparum de indivíduos naturalmente expostos a malária, no Brasil. O MAP (T1B)4 écompostopelo epítopo imunodominante de célula B, (NANP)3 (B); ligado covalentemente ao epítopo de célula T, T1. Também avaliamos a resposta imune contra os MAPs de epítopos únicos (T1)4, B4 e peptídeos lineares T1B e B. As maiores freqüênciasdelinfoproliferação foram contra os MAPs, (T1)4 (47%) e (T1B)4 (36,4%), que contém o T1. Anticorpos IgG foram mais freqüentes significantemente contra os MAPs (T1B)4 (44,8%) e B4 (33,3%), que contém o B, e a presença de anticorpos IgM contraosdiferentes peptídeos não diferiu significantemente. Baseados na análise dos resultados aos MAPs, estabelecemos a resposta linfoproliferativa ao (T1)4 como padrão de resposta celular e a presença de anticorpos IgG contra o MAP (T1B)4 comopadrãode resposta humoral.Assim, a freqüência de respondedores, celular e/ou humoral, foi de 66.7%, significantemente maior que a de não respondedores (P=0.0003). Os resultados mostraram uma complementaridade na especificidade das respostas de células T eBaos epítopos T1 e B, o que é muito satisfatório já que a população estudada, é moradora de área endêmica com transmissão instável de malária. Esses dados, confirmam os obtidos em estudos de imunização de animais com o MAP (T1B)4,sugeremqueessa construção pode agir sensibilizando indivíduos que nunca tiveram malária e como reforço na resposta imune de indivíduos naturalmente expostos à doença, induzindo níveis de anticorpos maiores do que os observados na infeção natural
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 13.08.1999

  • Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    ICB12100012776T-ICB BMP QX4 A779f 1999
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      ARRUK, Viviana Galimberti; FERREIRA, Antônio Walter. Fina especificidade da resposta imune à antígenos peptídicos múltiplos (MAPs) contendo epítopos T e B da proteína CS de Plamodium falciparum de indivíduos naturalmente expostos à malária no Brasil. 1999.Universidade de São Paulo, São Paulo, 1999.
    • APA

      Arruk, V. G., & Ferreira, A. W. (1999). Fina especificidade da resposta imune à antígenos peptídicos múltiplos (MAPs) contendo epítopos T e B da proteína CS de Plamodium falciparum de indivíduos naturalmente expostos à malária no Brasil. Universidade de São Paulo, São Paulo.
    • NLM

      Arruk VG, Ferreira AW. Fina especificidade da resposta imune à antígenos peptídicos múltiplos (MAPs) contendo epítopos T e B da proteína CS de Plamodium falciparum de indivíduos naturalmente expostos à malária no Brasil. 1999 ;
    • Vancouver

      Arruk VG, Ferreira AW. Fina especificidade da resposta imune à antígenos peptídicos múltiplos (MAPs) contendo epítopos T e B da proteína CS de Plamodium falciparum de indivíduos naturalmente expostos à malária no Brasil. 1999 ;