Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Avaliação do efeito do extrato de Tabernaemontana catharinensis A.DC. (Apocynaceae) sobre a miotoxicidade induzida pelo veneno de Bothrops jararacussu e pela BthTX-I (1999)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: VERONESE, ELEN LANDGRAF GUIGUER - FCFRP
  • USP Schools: FCFRP
  • Subjects: VENENOS DE ORIGEM ANIMAL; FARMACOGNOSIA; FARMACOLOGIA
  • Language: Português
  • Abstract: A serpente Bothrops jararacussu é responsável por cerca de 10% dos acidentes botrópicos registrados no EStado de São Paulo. O principal efeito desse veneno é local, caracterizado por hemorragia, edema e mionecrose. A BthTX-I é uma miotoxina presente nesse veneno e possui alta atividade miotóxica. A soroterapia é o principal tratamento contra o envenenamento, sendo capaz de neutralizar os efeitos sistêmicos, no entanto, não é capaz de neutralizar os efeitos locais. O presente trabalho tem por objetivo avaliar a ação do extrato aquoso (EA) de Tabernaemontana catharinensis sobre a miotoxicidade induzida pelo veneno bruto (VB) de Bothrops jararacussu e pela BthTX-I. Estudos realizados "in vivo", demostram que tanto para o VB quanto para a BthTX-I (100'mü'g/100g de peso de rato/50ul ss), o EA (10mg/100g de peso de rato/50ul ss), nos diferentes tratamentos realizados, não foi capaz de diminuir significativamente (p<0,05) os níveis plamáticos de liberação de creatina quinase (CK). O EA promoveu aumento da liberação de CK. Nos estudos realizados "in vitro", o EA não aumentou significativamente os níveis de liberação de CK (p<0,05). Nos diferentes tratamentos realizados com a BthTX-I e com o VB, os níveis de CK foram reduzidos significativamente (p<0,05). As concentrações utilizadas foram de 20ug/ml para o VB e BthTX-I e 100ug/ml e 400ug/ml para o EA. Os resultados obtidos sugerem que o EA interage com o VB e com a BthTX-I, inibindo a liberação de CK, desta formaprotegendo as células musculares da ação miotóxica do veneno bruto e de sua miotoxina. Este trabalho abre perspectivas futuras para o isolamento e caracterização do princípio ativo responsável por esta inibição, visando a obtenção de terapias alternativas para o tratamento dos efeitos locais provocados pelo envenenamento por serpentes botrópicas
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 23.08.1999

  • Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    FORP11700006198Veronese, Elen Landgraf Guigue
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      VERONESE, Elen Landgraf Guiguer; SAMPAIO, Suely Vilela. Avaliação do efeito do extrato de Tabernaemontana catharinensis A.DC. (Apocynaceae) sobre a miotoxicidade induzida pelo veneno de Bothrops jararacussu e pela BthTX-I. 1999.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 1999.
    • APA

      Veronese, E. L. G., & Sampaio, S. V. (1999). Avaliação do efeito do extrato de Tabernaemontana catharinensis A.DC. (Apocynaceae) sobre a miotoxicidade induzida pelo veneno de Bothrops jararacussu e pela BthTX-I. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto.
    • NLM

      Veronese ELG, Sampaio SV. Avaliação do efeito do extrato de Tabernaemontana catharinensis A.DC. (Apocynaceae) sobre a miotoxicidade induzida pelo veneno de Bothrops jararacussu e pela BthTX-I. 1999 ;
    • Vancouver

      Veronese ELG, Sampaio SV. Avaliação do efeito do extrato de Tabernaemontana catharinensis A.DC. (Apocynaceae) sobre a miotoxicidade induzida pelo veneno de Bothrops jararacussu e pela BthTX-I. 1999 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: