Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Contribuição ao estudo dos manguezais como indicadores biológicos das alterações geomórficas do estuário do rio São Mateus (ES) (1999)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: VALE, CLAUDIA CAMARA DO - FFLCH
  • USP Schools: FFLCH
  • Subjects: GEOGRAFIA FÍSICA; GEOGRAFIA; ECOSSISTEMAS DE MANGUE
  • Language: Português
  • Abstract: Os manguezais ocupam a linha de costa intertropical do planeta. Nas últimas décadas deste século estes ecossistemas têm sido estudados sobre várias óticas, sendo alvo de pesquisas ecológicas, biológicas, geomorfológicas e sócio-econômicas. À despeito da importância atribuída aos manguezais, estes ecossistemas vêm sofrendo muitos tipos de impactos, sobretudo aqueles induzidos pelo homem. Por outro lado, atualmente, as pesquisas científicas estão direcionadas para perdas de áreas de manguezais devidas à processos erosivos e sedimentares atribuídos à elevação do nível do mar. Não há dúvidas sobre o papel ecológico dos manguezais de responderem aos eventos deposicionais e erosivos da linha de costa, provocados ou não por mudanças climáticas globais. Esta pesquisa analisa as alterações fitogeográficas e geomorfológicas ocorridas no estuário de rio São Mateus, em Conceição da Barra, Espírito Santo (Brasil), entre os anos de 1970 e 1998. Os manguezais são vistos sob a ótica biogeográfica - auxiliada pelos métodos mais adotados nas pesquisas geomorfológicas - cujo entendimento da distribuição no tempo e no espaço é enfatizado pelas inter-relações dos elementos que compõem a paisagem, tais como o clima, a hidrografia, o relevo, o solo e o homem. Baseado nos pressupostos metodológicos elaborados por Ab'Sáber (1969) e Ross (1992) buscou-se entender as causas das recentes configurações do estuário do rio São Mateus e, principalmente, a distribuição dos manguezais,através de análises escalares e temporais distintas. Dessa forma, a bacia hidrográfica do rio São Mateus é a maior unidade analisada, cujas características geomorfológicas, climáticas e de uso da terra são interpretadas de uma forma mais abrangente. Uma análise de maior detalhe é feita sobre os manguezais do estuário do rio São Mateus onde os mesmos são estudados como indicadores biológicos de eventos erosivos e deposicionais, através de suas características ) bióticas e abióticas
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 16.09.1999

  • Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    FFLCH21100002645T VALE, C.C. 1999
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      VALE, Cláudia Câmara do; ROSS, Jurandyr Luciano Sanches. Contribuição ao estudo dos manguezais como indicadores biológicos das alterações geomórficas do estuário do rio São Mateus (ES). 1999.Universidade de São Paulo, São Paulo, 1999.
    • APA

      Vale, C. C. do, & Ross, J. L. S. (1999). Contribuição ao estudo dos manguezais como indicadores biológicos das alterações geomórficas do estuário do rio São Mateus (ES). Universidade de São Paulo, São Paulo.
    • NLM

      Vale CC do, Ross JLS. Contribuição ao estudo dos manguezais como indicadores biológicos das alterações geomórficas do estuário do rio São Mateus (ES). 1999 ;
    • Vancouver

      Vale CC do, Ross JLS. Contribuição ao estudo dos manguezais como indicadores biológicos das alterações geomórficas do estuário do rio São Mateus (ES). 1999 ;