Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Ligações de hidrogênio no AZT: um estudo por FTIR (1999)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: GULA SOBRINHO, EDUARDO - FFCLRP
  • USP Schools: FFCLRP
  • Subjects: FÍSICO-QUÍMICA
  • Language: Português
  • Abstract: 0 AZT é um composto químico constituído basicamente da timina associada a um anel furano e ligado a um grupamento azido. 0 AZT tem sido usado no tratamento da (AIDS), porque substitui a timina na transcrição do RNA da célula que possui o vírus causador da síndrome, o (HIV-1), impedindo a formação do DNA e, conseqüentemente, a duplicação do vírus. Estudos físico-químicos têm mostrado que o problema na otimização do AZT está relacionado com a sua estrutura química que permite, teoricamente, mais de 70 conformações. Neste trabalho, procurou-se identificar os centros doadores a receptores prioritários na formação de ligações de hidrogênio da molécula do AZT no estado sólido. Observou-se também a sua associação por ligação de hidrogênio com as nucleobases: adenina, citosina a guanina, obtendo-se três complexos. Utilizou-se fundamentalmente como técnica de análise a espectroscopia de absorção do infravermelho. 0 espectro infravermelho da molécula do AZT apresenta, no estado sólido, duas bandas de absorção, uma a 3400 a outra a 3370 cm-1, atribuídas a v(N(3)H). A bands 3140 cm-1 é atribuída a v(0(5')H). Em solução, o AZT no estado sólido forma duas LH intermoleculares, uma entre os centros 0(5')H e C(4')OC(1'), a outra entre os centros C(2)=O a N(3)H, formando cadeias, com anéis de 10 e 8 membros, respectivamente. Quando em solução são rompidas as LH intermoleculares do AZT sólido, deixando estes centros livres. Nos complexos onde as bases são adenina, citosina a guanina,observa-se que o AZT participa como doador de hidrogênio efetuando as LH intermoleculares com o centro N(3)H; enquanto as bases, participam com os centros receptores de hidrogênio, CN a C=0
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 24.08.1999

  • Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    FCLRP20800043498Gula Sobrinho, Eduardo
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      GULA SOBRINHO, Eduardo; BUENO, Willie Alves. Ligações de hidrogênio no AZT: um estudo por FTIR. 1999.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 1999.
    • APA

      Gula Sobrinho, E., & Bueno, W. A. (1999). Ligações de hidrogênio no AZT: um estudo por FTIR. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto.
    • NLM

      Gula Sobrinho E, Bueno WA. Ligações de hidrogênio no AZT: um estudo por FTIR. 1999 ;
    • Vancouver

      Gula Sobrinho E, Bueno WA. Ligações de hidrogênio no AZT: um estudo por FTIR. 1999 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: