Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Efeito da remoção das vibrissas mistaciais sobre o comportamento exploratório do rato na labirinto em cruz elevado sob condições de claridade e obscuridade (1999)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: PARRA, LUIS FERNANDO CARDENAS - FFCLRP
  • USP Schools: FFCLRP
  • Subjects: PSICOBIOLOGIA
  • Language: Português
  • Abstract: O comportamento exploratório do rato é caraterizado pela preferência por ambientes escuros a pela tendência a permanecer na proximidade de paredes verticais (tigmotatismo). Quando permitida a exploração espontânea de um labirinto em cruz elevadoorato exibe um menor número de visitas aos braços abertos a um menor tempo de permanência nos mesmos. Contudo, essa situação pode ser revertida pela administração de fármacos ansiolíticos. Embora utilizado amplamente no estudo do medo e daansiedade, ainda não está muito claro qual ou quais são os estímulos aversivos que induzem a esquiva dos braços abertos. O presente trabalho estudou o papel da luminosidade a do tigmotatismo (mediado pelas vibrissas mistaciais) no comportamentoexploratório do rato no labirinto em cruz elevado. Para tal fim, essas vibrissas foram removidas de forma aguda (5 minutos antes dos testes) ou crônica: dias (8, 14 a 25; corte diário) antes do teste ou no dia do nascimento a os ratos foramsubmetidos ao teste do labirinto em cruz elevado sob condições de claridade (150 Lux) a de obscuridade (2 Lux). Os resultados mostraram que na obscuridade os ratos com remoção das vibrissas entram mais e permanecem por mais tempo nos braçosabertos, quando comparados tanto com os ratos com vibrissas intactas quanto com ratos com remoções equivalentes das vibrissas mas testados na claridade. Esses resultados sugerem um possível efeito de tipo ansiolítico causado pela remoçãodasvibrissas somada à falta de luz. O aumento da exploração dos braços abertos poderia dever-se à ausência conjunta de informações provenientes dos dois sistemas sensoriais (visual e tátil das vibrissas). Porém, a ausência de apenas à informaçãotátil das vibrissas ou de apenas a visual não aumentam a exploração. Estudos posteriores devem ser realizados com o objetivo de conhecer os mecanismos neuroniais envolvidos
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 10.09.1999
  • Acesso online ao documento

    Online access or search this record in

    Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    FMRP11200060456Parra, Luis Fernando Cárdenas
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      PARRA, Luis Fernando Cárdenas; CARVALHO, Sílvio Morato de. Efeito da remoção das vibrissas mistaciais sobre o comportamento exploratório do rato na labirinto em cruz elevado sob condições de claridade e obscuridade. 1999.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 1999. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/59/59134/tde-08032002-161055/ >.
    • APA

      Parra, L. F. C., & Carvalho, S. M. de. (1999). Efeito da remoção das vibrissas mistaciais sobre o comportamento exploratório do rato na labirinto em cruz elevado sob condições de claridade e obscuridade. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/59/59134/tde-08032002-161055/
    • NLM

      Parra LFC, Carvalho SM de. Efeito da remoção das vibrissas mistaciais sobre o comportamento exploratório do rato na labirinto em cruz elevado sob condições de claridade e obscuridade [Internet]. 1999 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/59/59134/tde-08032002-161055/
    • Vancouver

      Parra LFC, Carvalho SM de. Efeito da remoção das vibrissas mistaciais sobre o comportamento exploratório do rato na labirinto em cruz elevado sob condições de claridade e obscuridade [Internet]. 1999 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/59/59134/tde-08032002-161055/