Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Tratamento da síndrome da apnéia obstrutiva do sono e do ronco por meio do aparelho reposicionador mandíbulo-lingual: avaliação dos resultados por exames polissonográficos e de imagens obtidas por ressonância magnética (1999)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: BARBOSA, RICARDO CASTRO - FO
  • USP Schools: FO
  • Sigla do Departamento: ODP
  • Subjects: PRÓTESE DENTÁRIA; SONAMBULISMO; TRANSTORNOS DO SONO; APNEIA
  • Language: Português
  • Abstract: A síndrome da apnéia obstrutiva do sono (SAOS) é uma afecção incapacitante com alto grau de morbidade e relacionada igualmente com um alto índice de mortalidade. Ultimamente, o uso de aparelhos bucais (AB) no tratamento da SAOS e roncos primáriostem merecido a atenção das especialidades da área devido à sua aceitabilidade pelo paciente e sua eficiência para os casos de SAOS leve-moderada, além de alguns casos graves. A dificuldade da receptividade para outros tratamentos (cirurgia eaparelhos de pressão positiva (nasal CPAP - Continuous Positive Airway Pressure) no nosso meio torna o uso dos AB uma alternativa terapêutica alta validade porque são menos dispendiosos, não invasivos, reversíveis e bem aceitos. Neste trabalhofoi realizada uma verificação da eficiência do Aparelho Reposicionador Mandíbulo Lingual (ARML) no tratamento de 9 pacientes, sob os seguintes parâmetros: índice de apnéia e hipopnéia (IAH), saturação da oxihemoglobina do sangue arterial (Sat'OIND. 2' min.), quantificação da sonolência diurna medida pela "Escala de Sonolência de Epworth" (ESE), obtenção de imagens de ressonância magnética, que permitiram o cálculo dos volumes das vias aéreas superiores (VAS). Estes exames foramefetuados antes (controle) e após o uso do ARML. Aplicado o teste "t" de Student unicaudal para média de amostras emparelhadas, verificou-se uma diminuição do IAH de, em média 26,3 para 17,8 eventos por hora; um aumento na Sat 'O IND. 2' min. de80 por cento para 86por cento, em média; a sonolência diurna, medida pela ESE diminuiu de 16 para 7,8 pontos. Com relação ao volume das VAS só houve um aumento significativo no segmento considerado orofaringe retropalatina. Concluiu-se que oARML é eficiente para o tratamento de SAOS leve e moderada principalmente quando a obstrução está localizada na região de orofaringe retropalatina, e que a ressonância é um método eficaz para a observação dos volumes das VAS
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 19.10.1999

  • Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    FO11500003651T2.824
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      BARBOSA, Ricardo Castro; ZANETTI, Artêmio Luiz. Tratamento da síndrome da apnéia obstrutiva do sono e do ronco por meio do aparelho reposicionador mandíbulo-lingual: avaliação dos resultados por exames polissonográficos e de imagens obtidas por ressonância magnética. 1999.Universidade de São Paulo, São Paulo, 1999.
    • APA

      Barbosa, R. C., & Zanetti, A. L. (1999). Tratamento da síndrome da apnéia obstrutiva do sono e do ronco por meio do aparelho reposicionador mandíbulo-lingual: avaliação dos resultados por exames polissonográficos e de imagens obtidas por ressonância magnética. Universidade de São Paulo, São Paulo.
    • NLM

      Barbosa RC, Zanetti AL. Tratamento da síndrome da apnéia obstrutiva do sono e do ronco por meio do aparelho reposicionador mandíbulo-lingual: avaliação dos resultados por exames polissonográficos e de imagens obtidas por ressonância magnética. 1999 ;
    • Vancouver

      Barbosa RC, Zanetti AL. Tratamento da síndrome da apnéia obstrutiva do sono e do ronco por meio do aparelho reposicionador mandíbulo-lingual: avaliação dos resultados por exames polissonográficos e de imagens obtidas por ressonância magnética. 1999 ;