Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Mahabharata & contradições: um estudo à luz do conceito de Maya (1999)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: ROCHA, ROBERTO DO CARMO - FFLCH
  • USP Schools: FFLCH
  • Subjects: LITERATURA INDO-EUROPEIA; SEMIÓTICA
  • Language: Português
  • Abstract: O presente trabalho procura desenvolver um estudo sobre algumas dificuldades existentes na compreensão do Mahabharata. Através dos tempos, historiadores, tradutores e pesquisadores diversos apresentaram estudos sobre essa epopéia, manifestando diferentes pontos de vista referentes a sua estrutura geral, às vezes semelhantes, às vezes antagônicos. Desenvolvemos, então, uma análise de conteúdo selecionando estudiosos diversos e confrontando seus comentários sobre os seguintes temas concernentes à obra: Autoria e unidade da obra; Época de composição e espécie de texto. Ligação com o período Védico: Características geográficas e históricas; Estrutura maniqueísta. Através do estudo desses temas, podemos observar a existência de sérias dificuldades no estudo do Mahabharata. Mesmo em relação aos dados básicos de qualquer obra, tais como autoria e época de composição, há grandes divergências entre os pontos de vista que examinamos. E essas dificuldades relacionam-se aos modos diversos de interpretações da obra, que foi concebida segundo um conceito de maya específico. Através de um estudo desse conceito, de acordo com o pensamento filosófico, indiano - em que traçamos um percurso histórico de seu desenvolvimento -, baseamo-nos no conceito de maya como "uma energia ilusória de uma divindade venerada pelos indianos" para orientarmos nossa leitura imanente da obra. Em seguida, através da análise semântica e outras, procuramos esclarecer questões referentes àsatitudes de alguns personagens. O personagem Krsna, por exemplo, atua como conselheiro do protagonista, Yudhisthira, que na história é tido como um rei plenamente justo e reto. No entanto, ambos quebram normas de boa conduta e praticam ações tão criminosas que o personagem Krsna, no Ocidente, passa a ser entendido como um vilão, embora na Índia seja glorificado como uma divindade
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 21.12.1999

  • Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    FFLCH21300106308T ROCHA, R.C. 1999
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      ROCHA, Roberto do Carmo; FONSECA, Carlos Alberto da. Mahabharata & contradições: um estudo à luz do conceito de Maya. 1999.Universidade de São Paulo, São Paulo, 1999.
    • APA

      Rocha, R. do C., & Fonseca, C. A. da. (1999). Mahabharata & contradições: um estudo à luz do conceito de Maya. Universidade de São Paulo, São Paulo.
    • NLM

      Rocha R do C, Fonseca CA da. Mahabharata & contradições: um estudo à luz do conceito de Maya. 1999 ;
    • Vancouver

      Rocha R do C, Fonseca CA da. Mahabharata & contradições: um estudo à luz do conceito de Maya. 1999 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: