Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Efeitos da desnutrição protéica precoce e da estimulação ambiental no comportamento exploratório espontâneo em ratos (2000)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: CIBIEN, MARGARIDA MARIA ROSSATO - FFCLRP
  • USP Schools: FFCLRP
  • Sigla do Departamento: 593
  • Subjects: PSICOBIOLOGIA
  • Language: Português
  • Abstract: O teste de atividade exploratória espontânea foi utilizado para estudar o comportamento exploratório em animais desnutridos. Ratos machos, Wistar, foram amamentados por ratas mães que receberam dietas de 16% (controles) ou 6% (desnutridos) deproteína durante a fase de lactação (21 dias). Os animais continuaram recebendo as mesmas dietas durante a fase de pós-lactação (22 à 49 dias de idade), e passaram a receber dieta comercial após 49 dias. Durante o período de recuperaçãonutricional metade dos animais de cada grupo nutricional foi mantida nas mesmas gaiolas da pós-lactação, enquanto que a outra metade passou a viver em grupos e em ambiente enriquecido durante 7 dias. Aos 80 dias de idade grupos independentes deanimais controles estimulados (CE); controles não estimulados (CNE); desnutridos estimulados (DE) e desnutridos não estimulados (DNE) foram expostos ao teste de atividade exploratória em uma arena. Foram conduzidas sessões diárias de 10 minutosdurante 7 dias consecutivos. Durante as sessões foram registrados os comportamentos de atividade locomotora, tempo de levantar-se, limpeza, além das latências e freqüências para emergir a cabeça e entrar na arena. Os tempos de permanência nagaiola-viveiro e as freqüências de visitas na arena também foram registrados. Além disso, registrou-se a probabilidade de interação com os objetos, indicado pelo tempo que o animal permaneceu o mesmo quadrado do objeto. Também foram registradasas freqüências e duraçõesdos comportamentos: a) cheirar objetos; b) contatos com as patas nos objetos; c) apoiar-se nos objetos; d) subir nos objetos; e) contatos acidentais e f) levar os objetos. Os resultados mostraram que os animais nãoestimulados apresentaram maior atividade exploratória neste modelo. Além disso, animais desnutridos apresentaram menor atividade exploratória da arena, assim como dos objetos, quando comparados aos controles. Num teste de exploração espontânea, ) onde o animal tem a oportunidade de escolher entre entrar na arena ou permanecer na gaiola-viveiro, animais desnutridos apresentam menor índice de exploração. Estes resultados são contrários àqueles encontrados em testes deexploração forçada
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 04.05.2000

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      CIBIEN, Margarida Maria Rossato; ALMEIDA, Sebastião de Souza. Efeitos da desnutrição protéica precoce e da estimulação ambiental no comportamento exploratório espontâneo em ratos. 2000.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2000.
    • APA

      Cibien, M. M. R., & Almeida, S. de S. (2000). Efeitos da desnutrição protéica precoce e da estimulação ambiental no comportamento exploratório espontâneo em ratos. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto.
    • NLM

      Cibien MMR, Almeida S de S. Efeitos da desnutrição protéica precoce e da estimulação ambiental no comportamento exploratório espontâneo em ratos. 2000 ;
    • Vancouver

      Cibien MMR, Almeida S de S. Efeitos da desnutrição protéica precoce e da estimulação ambiental no comportamento exploratório espontâneo em ratos. 2000 ;