Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Estabilidade de encostas e condicionantes geológicos, geomorfológicos e estruturais, num trecho da Serra de Cubatão (2000)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: MACHADO FILHO, JOSÉ GONÇALVES - IGC
  • USP Schools: IGC
  • Sigla do Departamento: GGG
  • Subjects: GEOMORFOLOGIA; CLIMATOLOGIA
  • Language: Português
  • Abstract: A Serra de Cubatão, denominação local da Serra do Mar é constituida predominantemente por rochas metamórficas de alto e médio grau, dos Complexos Embu e Costeiro, do Proterozóico Superior, englobando especialmente gnaisses, granito-gnaisses,xistos, filitos, milonitos, quartzitos e calco-silicatadas. Sua origem está intimamente ligada à origem e desenvolvimento da costa sudeste brasileira, a qual se iniciou no período Jurássico/Início do Cretáceo, quando houve a separação dos blocosda América do Sul e África, originalmente constituintes do supercontinente do Gondwana. Os contactos litológicos na área são bastante lineares e sub-paralelos, acompanhando a direção geral do Falhamento de Cubatão, N 50º- 60º. Essa é tambem adireção geral das principais estruturas regionais e locais, como dobramentos, falhamentos, foliações, intrusões graníticas, etc. O perfil de alteração no trecho escarpado é basicamente representado pela sequência solo coluvial/solosaprolítico/saprolito/rocha sã, havendo localmente diversas ocorrências de tálus. As espessuras de alteração atingem dezenas de metros nas cotas superiores junto à borda do Planalto Paulistano (cerca de 750m de altitude), diminuindogradativamente à medida que se desce a escarpa. Abaixo da cota 300m, sua espessura se reduz a poucos metros, sendo comum o afloramento de rocha sã nos talvegues e à meia encosta. A área tem sido palco ao longo dos anos, de movimentos demassasque atuam como agentes naturais modeladores das encostas, manifestando-se tanto como movimentos lentos de rastejo, como através de escorregamentos cíclicos nas estações chuvosas, deixando extensas cicatrizes na paisagem. O alto índicepluviométrico, em torno de 3500mm/ano, aliado ao relevo escarpado, favorecem a ocorrência de escorregamentos, fatos esses ques são sempre agravados nos locais onde se manifesta a ação antrópica, quer nas obras viárias, quer nos desmatamentos eocupações desordenadas ) como ocorre nos Bairros-Cota da Via Anchieta, onde a população é estimada em 30000 pessoas. As encostas em geral estão em situação de equilíbrio precário (Fator de segurança ~1,0), sendo sua estabilidade diretamente condicionadapelos fatores de natureza geológica, geomorfológica e estrutural, conforme abordado no decorrer do trabalho. Os escorregamentos predominantes são superficiais translacionais de pequena espessura, afetando o solo coluvial, sendo a superfície deruptura o contacto com o substrato de material saprolítico, o qual por vezes, tem partes envolvidas no processo. Esses escorregamentos afetam tambem zonas de tálus, os quais em alguns casos de cortes rodoviários, apresentaram rupturasrotacionais mais profundas. Localmente ocorrem escorregamentos planares em solos saprolíticos e rochas. As principais estruturas rúpteis, dispõem-se em padrões concordante ou sub-normal com a direção geral das estruturas regionais (N50º-60º e N140º-150º), havendo algumas famílias secundárias bastante desfavoráveis para a estabilidade
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 21.07.2000
  • Acesso online ao documento

    Online access or search this record in

    Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    IGC30900004579T M149 JG.e e.2
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      MACHADO FILHO, José Gonçalves; SADOWSKI, Georg Robert. Estabilidade de encostas e condicionantes geológicos, geomorfológicos e estruturais, num trecho da Serra de Cubatão. 2000.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2000. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/44/44134/tde-05102015-105648/pt-br.php >.
    • APA

      Machado Filho, J. G., & Sadowski, G. R. (2000). Estabilidade de encostas e condicionantes geológicos, geomorfológicos e estruturais, num trecho da Serra de Cubatão. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/44/44134/tde-05102015-105648/pt-br.php
    • NLM

      Machado Filho JG, Sadowski GR. Estabilidade de encostas e condicionantes geológicos, geomorfológicos e estruturais, num trecho da Serra de Cubatão [Internet]. 2000 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/44/44134/tde-05102015-105648/pt-br.php
    • Vancouver

      Machado Filho JG, Sadowski GR. Estabilidade de encostas e condicionantes geológicos, geomorfológicos e estruturais, num trecho da Serra de Cubatão [Internet]. 2000 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/44/44134/tde-05102015-105648/pt-br.php

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: