Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Avaliação da quantidade de dentifrício fluoretado ou NaF a 0,02 por cento no desenvolvimento de cárie em dentes decíduos: estudo in vitro utilizando modelo de ciclagens de pH (1999)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: CHEDID, SILVIA JOSÉ - FO
  • USP Schools: FO
  • Sigla do Departamento: ODO
  • Subjects: FLUORAÇÃO; CÁRIE DENTÁRIA; DENTE DECÍDUO
  • Language: Português
  • Abstract: O uso de dentifrícios fluoretados tem sido identificado como fator de risco de desenvolvimento de fluorose dental. Com o intuito de diminuir este risco alguns autores têm sugerido a diminuição da quantidade de dentifrício ou da concentração doflúor contida nestes quando da escovação, por crianças menores de 3 anos. No Brasil não encontramos dentifrícios com baixa concentração de flúor e tem sido recomendado para a higiene bucal na primeira infância o uso de solução de fluoreto desódio a 0,02 por cento aplicada aos dentes com cotonete. O objetivo deste trabalho foi o de avaliar o efeito anticariogênico da quantidade de dentifrício (1100 ppm F) utilizada e da solução de NaF a 0,02 por cento, simulando in vitro situação dealto desafio cariogênico. Assim, utilizou-se 60 blocos de esmalte de dentes decíduos que foram divididos em 4 grupos de tratamentos: 1) G. C. - dentifrício não fluoretado com quantidade convencionalmente utilizada (0,70 g); 2) G.T.C. -dentifrício fluoretado (1100 ppm F) quantidade similar ao G.C; 3) G.T.T - similar a G. T. C, porém com mínima quantidade de dentifrício (0,11 g); 4) G.S.NaF - solução de fluoreto de sódio a 0,02 por cento aplicada com cotonete. Os blocos deesmalte foram submetidos a modelo de ciclagem de pH por 10 dias permanecendo na solução Desmineralizadora (DES) por 3 horas e na solução Remineralizadora (REM) por 21 horas. Os tratamentos foram realizados duas vezes ao dia antes e após a DES. Adureza superficial do esmalte foideterminada antes e depois dos ciclos e o percentual da perda de dureza superficial (Knoop) foi calculado (porcentagem PDS). A dureza interna foi analisada de 20 a 100`mü`m da superfície após as ciclagens e aárea de dureza pelas distâncias foram calculadas (Knoop x `mü`m). A incorporação de flúor ao esmalte foi determinado removendo-se camadas de esmalte com HCL 0,5 M e calculada a área sob a curva de concentração (ppm F x `mü`m). As médias e seus ) desvios padrão dos resultados obtidos da perda de dureza superficial, áreas de dureza (Knoop x `mü´m) e de flúor (ppm F x ´mü`m) foram, respectivamente, para os grupos G.C: G. T. C; G. T. T e G.NaF: 1) porcento PDS: 82,0 ´+ OU -´4,2A; 53,9 ´+ OU -´ 3,4B; 58,7 ´+ OU -´ 3,7B; 82,4 ´+ OU -´ 1,9A. 2) Knoop x `mü`m: 8594,6 ´+ OU -´ 513,2A; 13518,2 ´+ OU -´ 251,7B; 13035,7 ´+ OU -´ 471,2B; 10334.6 ´+ OU -´ 529,7A.3) ppm F x `mü`m: 107382,05 ´+ OU -´ 6626,28A; 214340,11 ´+ OU-´ 18437,5B; 197230,15 ´+ OU -´ 17639,54B; 110099,17 ´+ OU -´ 15973,24A. Os tratamentos cujas médias são seguidas de letras distintas diferem estatisticamente (p<0,05). Os resultados sugerem que pequena quantidade de dentifrício utiliada naescova apresentaria o mesmo efeito anticariogênico em esmalte de dente decíduo que a quantidade convencional e a solução de NaF A 0,02 por cento não seria eficiente
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 15.10.1999

  • Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    FO11500040011T2.827
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      CHEDID, Silvia José; CURY, Jaime Aparecido. Avaliação da quantidade de dentifrício fluoretado ou NaF a 0,02 por cento no desenvolvimento de cárie em dentes decíduos: estudo in vitro utilizando modelo de ciclagens de pH. 1999.Universidade de São Paulo, São Paulo, 1999.
    • APA

      Chedid, S. J., & Cury, J. A. (1999). Avaliação da quantidade de dentifrício fluoretado ou NaF a 0,02 por cento no desenvolvimento de cárie em dentes decíduos: estudo in vitro utilizando modelo de ciclagens de pH. Universidade de São Paulo, São Paulo.
    • NLM

      Chedid SJ, Cury JA. Avaliação da quantidade de dentifrício fluoretado ou NaF a 0,02 por cento no desenvolvimento de cárie em dentes decíduos: estudo in vitro utilizando modelo de ciclagens de pH. 1999 ;
    • Vancouver

      Chedid SJ, Cury JA. Avaliação da quantidade de dentifrício fluoretado ou NaF a 0,02 por cento no desenvolvimento de cárie em dentes decíduos: estudo in vitro utilizando modelo de ciclagens de pH. 1999 ;