Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Estrutura, expressão e análise funcional do gene codificando calmodulina no fungo aquático Blastocladiella emersonii (2000)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: SIMÃO, RITA DE CÁSSIA GARCIA - IQ
  • USP Schools: IQ
  • Sigla do Departamento: QBQ
  • Subjects: BIOLOGIA MOLECULAR
  • Language: Português
  • Abstract: O único gene para Calmodulina (CaM) e o CDNA correspondente do quitridiomiceto Blastociadiella emersoníi foram isolados e caracterizados. O gene CaM é interrompido por três introns e transcrito como uma única espécie de mRNA de 0,7 kb, codificando uma proteína 91% idêntica à CaM humana. A Calmodulina de B. emersoníí foi expressa em Escherichía colí como uma proteínade fusão com Glutationa-S-transferase (GST), purificada por cromatografia de afinidade e crivada da porção GSTusando uma protease sítio específico. Na presença de Ca2+ a CaM de 8. emersoníí exibiu uma alteração na mobilidade eletroforética semelhante à CaM bovina e foi capaz de ativar a autofosforilação da proteína quinase dependente de Ca+2- CaM (CAMKII) de cérebro de rato. A expressão da Calmodulina é regulada durante o desenvolvimento em B.emersonii, o mRNA da CaM e a concentração da proteína aumentam durante a esporulação atingindo um nível máximo antes da liberação dos zoósporos no meio, no final deste estágio. Os níveis da proteína e do mRNA decrescem drasticamente no estágio de zoósporo aumentando novamente durante a germinação. Os antagonistas de CaM, composto 48/80, calmidazolium e W7 inibiram completamente a esporulação de B. emersoníi quando adicionados às culturas pelo menos 120, 150 e 180 min após a indução, respectivamente. Todas estas drogas também inibiram o crescimento e a produção de zoósporos neste fungo. O bloqueador de canais de Ca2+ , TMB-8, e o inibidor de CaMKII KN93 inibiramcompletamente a esporulação quando adicionados até 60 minutos após a indução deste estágio, porém apenas KN93 afetou o crescimento do fungo. Os dados apresentados sugerem que o complexo Ca2+ -CaM e a CaMKII têm um papelimportante durante o crescimento e esporulação em B. emersoníi
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 30.08.2000
  • Acesso online ao documento

    Online access or search this record in

    Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    CQ30100002935T 574.88 S588e
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      SIMÃO, Rita de Cássia Garcia; GOMES, Suely Lopes. Estrutura, expressão e análise funcional do gene codificando calmodulina no fungo aquático Blastocladiella emersonii. 2000.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2000. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/46/46131/tde-05072019-182508/pt-br.php >.
    • APA

      Simão, R. de C. G., & Gomes, S. L. (2000). Estrutura, expressão e análise funcional do gene codificando calmodulina no fungo aquático Blastocladiella emersonii. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/46/46131/tde-05072019-182508/pt-br.php
    • NLM

      Simão R de CG, Gomes SL. Estrutura, expressão e análise funcional do gene codificando calmodulina no fungo aquático Blastocladiella emersonii [Internet]. 2000 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/46/46131/tde-05072019-182508/pt-br.php
    • Vancouver

      Simão R de CG, Gomes SL. Estrutura, expressão e análise funcional do gene codificando calmodulina no fungo aquático Blastocladiella emersonii [Internet]. 2000 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/46/46131/tde-05072019-182508/pt-br.php

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: