Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Participação das endotelinas na interação neutrófilo-endotélio: estudos "in vitro" (2000)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: TOFFOLI, MÔNICA CRISTINA - ICB
  • USP Schools: ICB
  • Sigla do Departamento: BMF
  • Subjects: FARMACOLOGIA; ENDOTELINAS; NEUTRÓFILOS; CÉLULAS ENDOTELIAIS; MATRIZ EXTRACELULAR
  • Language: Português
  • Abstract: No presente trabalho estabelecemos co-culturas de células endoteliais humanas da linhagem ECV304 com neutrófilos do sangue periférico de doadores sadios. Observamos que, após 2h, os neutrófilos sofrem mudanças morfológicas, espraiando sobre as monocamadas de células endoteliais. Estas, por sua vez, perdem a confluência, e as células desprendem-se do suporte. Nós utilizamos este fenômeno como parâmetro indicativo de lesão endotelial e, como parâmetros indicativos de ativação de neutrófilos, avaliamos o espraiamento (% e análise morfológica), desgranulação (atividade de mieloperoxidase nos sobrenadantes) e ativação de fosfolipases (liberação de leucofrieno B4). Os experimentos foram realizados em 4 situações experimentais: SISTEMA 1 em que as co-culturas foram realizadas na ausência de substâncias ativadoras exógenas; SISTEMA 2 em que células endoteliais não estimuladas foram cultivadas com neutrófilos estimulados com zimosan, PAF ou FMLP; SISTEMA 3 em que neutrófilos não estimulados foram cultivados com células endoteliais estimuladas com LPS ou IL-1'beta' e SISTEMA 4 em que as co-culturas foram realizadas com células endoteliais estimuladas com LPS e neutrófilos estimulados com FMLP. Encontramos que o descolamento das células endoteliais é dependente do tempo de contato, assim como do número e estado de ativação dos neutrófilos. Este fenômeno não é devido à morte das células endoteliais mas parece ser devido à degradação de componentes da matriz extra-celular,potencializadas quando as células endoteliais são ativadas. Com base neste resultado nós propomos que as endotelinas são importantes mediadores de lesão vascular dependente de neutrófilos, constituindo-se em alvo potencial de intervenção farmacológica em condições patológicas onde neutrófilos desempenham papel relevantevisto que níveis aumentados de glicosaminoglicanos foram encontrados no sobrenadante das co-culturas. Índices elevados de descolamento foram observados nas co-culturas de 4 h nos quatro sistemas experimentais. Entretanto, o descolamento foi mais intenso nos sistemas 3 e 4 sugerindo que a ativação de células endoteliais é importante para a ocorrência do fenômeno. O tratamento dos neutrófilos com os antagonistas dos receptores A e B das endotelinas ou com ) o inibidor da enzima conversora de endotelina reduziu o descolamento, sugerindo que estes peptídeos, liberados pelas células endoteliais, ativam os neutrófilos. Neutrófilos em co-cultura com células endoteliais espraiam e liberam mieloperoxidase e leucotrieno B4. Antagonistas de receptores A e B de endotelinas reduziram significativamente o espraiamento e os níveis de mieloperoxidade e leucotrieno B4, confirmando o envolvimento das endotelinas na ativação de neutrófilos. Quando endotelinas foram adicionadas às co-culturas, as endotelinas 1 e 3 induziram espraiamento e a endotelina 1 induziu liberação de leucotrieno B4. O descolamento e os níveis de mieloperoxidase não foram afetados pela adição de endotelinas. Nossos resultados sugerem que em situações de contato prolongado de neutrófilos com células endoteliais, as endotelinas produzidas por estas células ativam os neutrófilos induzindo sua desgranulação e liberação de mediadores dependentes da ativação de fosfolipases, causando lesão endotelial. Estas são
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 08.08.2000

  • Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    ICB12100011145T-ICB BMF QV4 T644p 2000
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      TOFFOLI, Mônica Cristina; JANCAR, Sônia. Participação das endotelinas na interação neutrófilo-endotélio: estudos "in vitro". 2000.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2000.
    • APA

      Toffoli, M. C., & Jancar, S. (2000). Participação das endotelinas na interação neutrófilo-endotélio: estudos "in vitro". Universidade de São Paulo, São Paulo.
    • NLM

      Toffoli MC, Jancar S. Participação das endotelinas na interação neutrófilo-endotélio: estudos "in vitro". 2000 ;
    • Vancouver

      Toffoli MC, Jancar S. Participação das endotelinas na interação neutrófilo-endotélio: estudos "in vitro". 2000 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: