Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Participação do gene ATXPB1 no reparo de DNA em Arabidopsis thaliana (2000)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: COSTA, RENATA MARIA AUGUSTO DA - IB
  • USP Schools: IB
  • Sigla do Departamento: BIO
  • Subjects: GENÉTICA; GENÉTICA
  • Language: Português
  • Abstract: O reparo por excisão de nucleotídeos (NER) é uma das mais eficientes e flexíveis vias de reparo que a célula dispõe na remoção das lesões induzidas no DNA. O mecanismo básico de atuação desta via é bastante conservado na escala evolutiva. Baseado nesta grande homologia, foi clonado o homólogo do gene XPB humano em Arabidopsis thaliana (atXPB). A proteína XPB é uma DNA helicase dependente de ATP, componente do fator de trnsição TFII-H e está envolvida no reparo do DNA e na transcrição gênica. Durante a clonagem do gene vegetal foi obtido um cDNA que, apesar de apresentar sequência idêntica ao atXPB na porção 3', diferia consideravelmente na porção 5'. Caracterização molecular completa revelou que este cDNA é provavelmente um RNA intermediário de atXPB, fruto de um processamento incompleto. Diferindo dos demais organismos, Arabidopsis apresenta duas cópias para este gene. O gene clonado inicialmente foi denominado atXPB1 e foi caracterizado funcionalmente através de duas metodologias diferentes. Na primeira metodologia, foi observada a atuação de atXPB1 no reparo do DNA via ensaio de complementação em leveduras contendo o gene correspondente, Rad 25, mutado. O gene vegetal foi capaz de complementar parcialmente a ineficiência de remoção das lesões induzidas por luz UV nas cepas rad 25 mutadas, indicando a sua atuação no reparo do DNA. No entanto, atXPB1 não foi capaz de complementar leveduras ineficientes na transcrição gênica em condições especiais. Na outrametodologia empregada, foi obtida uma planta mutada para atXPB1 através da inserção de um fragmento de T-DNA na porção 3' do gene. As plantas homozigotas para esta mutação apresentaram desenvolvimento mais lento que as plantas selvagens nos primeiros cinco a seis dias dias após a germinação. Outra característica observada neste período foi o desenvolvimento de um hipocótilo mais longo nas plantas mutantes. Outra característica destas plantas foi a ) manifestação de maior sensibilidade após exposição contínua ao agente alquilante MMS, sugerindo uma certa ineficiência na remoção das lesões induzidas no DNA. Esses resultados em conjunto indicam que, as duas cópias do gene atXPB em Arabidopsis são funcionais. No entanto, pelo menos o produto do gene atXPB está correlacionado ao reparo por excisão de nucleotídeos em plantas
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 19.10.2000

  • Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    IB12000018239D-827
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      COSTA, Renata Maria Augusto da; MENCK, Frederico Martins. Participação do gene ATXPB1 no reparo de DNA em Arabidopsis thaliana. 2000.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2000.
    • APA

      Costa, R. M. A. da, & Menck, F. M. (2000). Participação do gene ATXPB1 no reparo de DNA em Arabidopsis thaliana. Universidade de São Paulo, São Paulo.
    • NLM

      Costa RMA da, Menck FM. Participação do gene ATXPB1 no reparo de DNA em Arabidopsis thaliana. 2000 ;
    • Vancouver

      Costa RMA da, Menck FM. Participação do gene ATXPB1 no reparo de DNA em Arabidopsis thaliana. 2000 ;