Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Organização familiar e o acontecer do tratamento da criança com câncer (2000)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: LOPES, DANIEL DE PAULA LIMA E OLIVEIRA - FFCLRP
  • USP Schools: FFCLRP
  • Sigla do Departamento: 594
  • Subjects: PSICOLOGIA EDUCACIONAL
  • Language: Português
  • Abstract: O diagnóstico de câncer na infância é experienciado como um período de choque e desestruturação pela criança e sua família. Em meio a diversos sentimentos confusos e ambivalentes, permeados pelo medo da morte, a família se depara com a realidade de um tratamento prolongado e complexo, que vem transformar profundamente seu cotidiano. Desta forma, uma série de ajustamentos podem ocorrer para dar conta desta situação, tanto na esfera afetiva como na das questões práticas, relativas à estruturação do cotidiano e das rotinas familiares. Este trabalho tem como objetivo descrever possíveis modos de existir da família de uma criança com câncer, em algumas de suas múltiplas articulações com o acontecer do tratamento. A coleta de dados foi desenvolvida por meio do registro dos vinte atendimentos psicoterápicos de apoio realizados pelo pesquisador com uma criança de dez anos portadora de leucemia linfocítica aguda, em tratamento no Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo, e seus familiares. A análise de dados foi realizada dentro do referencial fenomenológico, método qualitativo voltado para uma descrição da realidade, assim como é vivida. Esta análise foi composta pelas seguintes etapas: a) realização de diversas leituras de cada atendimento transcrito, na busca de uma configuração de todos os atendimentos; b) leitura de cada atendimento quantas vezes se fizeram necessárias, para que se retomasse a interrogaçãoinicial do trabalho e fossem constituídas as unidades de significado, que existem em função da predisposição do pesquisador tendo em vista esta interrogação; c) uma vez assinaladas as unidades de significado, foram buscadas as convergências, bem como as divergências, dentro de um mesmo atendimento e, enfim, entre todos os atendimentos; d) A partir destas convergências, 19 proposições foram apreendidas, as quais explicitam modos pelos quais a organização ) familiar está articulada ao acontecer do tratamento de câncer desta criança. Os resultados apontam, entre outros achados, para o quanto as perdas passadas da família podem se presentificar na vivência atual do tratamento. Além disso, é evidenciado, neste caso, o quanto a situação do tratamento pode potencializar mudanças e revelações de segredos no sistema familiar. Os significados atribuídos pela mãe da criança à doença articulam-se também à história do passado e ao presente da família. Os dinamismos familiares gerados ou potencializados a partir desta situação de sofrimento desencadeada pelo diagnóstico do câncer infantil a organização familiar está articulada ao acontecer do tratamento de câncer desta criança. Os dinamismos familiares gerados ou potencializados a partir desta situação de sofrimento desencadeada pelo diagnóstico do câncer infantil atuam sobre a criança, em um processo bidirecional, que revela o tempo e os modos pelos quais a família se apropria ou não de seus recursos de enfrentamento. Éimportante enfatizar que estas relações, assim como todas as outras suscitadas nas demais proposições , são aqui entendidas como complexas, multifacetadas e situacionais, sendo, assim, apenas parcialmente acessíveis e sempre relativas. Enfim, é discutida a importância, no processo de uma assistência global à criança com câncer, da consideração efetiva do sistema familiar no qual ela está inserida, o que vai ao encontro de uma perspectiva moderna de estruturação dos serviços em oncologia pediátrica
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 26.06.2000

  • Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    FCLRP20800018559FFCLRP/Lopes, Daniel de Paula
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      LOPES, Daniel de Paula Lima e Oliveira; VALLE, Elizabeth Ranier Martins do. Organização familiar e o acontecer do tratamento da criança com câncer. 2000.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2000.
    • APA

      Lopes, D. de P. L. e O., & Valle, E. R. M. do. (2000). Organização familiar e o acontecer do tratamento da criança com câncer. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto.
    • NLM

      Lopes D de PL e O, Valle ERM do. Organização familiar e o acontecer do tratamento da criança com câncer. 2000 ;
    • Vancouver

      Lopes D de PL e O, Valle ERM do. Organização familiar e o acontecer do tratamento da criança com câncer. 2000 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: