Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Características físico-químicas e microbiológicas do gelo utilizado na conservação do pescado comercializado em supermercados da Grande São Paulo, Brasil, 1999 (2001)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: PIMENTEL, LUIS PAULO SILVA - FSP
  • USP Schools: FSP
  • Sigla do Departamento: HSP
  • Subjects: VIGILÂNCIA SANITÁRIA; PEIXES; CONSERVAÇÃO DE ALIMENTOS; COMÉRCIO; MANIPULAÇÃO DE ALIMENTOS
  • Language: Português
  • Abstract: Verifica se o gelo usado na conservação do pescado segue as normas exigidas pelo Ministério da Agricultura e do Abastecimento, através de seu Regulamento de Inspeção Industrial e Sanitária de Produtos de Origem Animal (RIISPOA). A colheita do material de análise foi feita em supermercados da Grande São Paulo, em duas etapas. A primeira, consistindo em colher o gelo antes de o mesmo ser adicionado ao pescado. A segunda, depois de 4 a 5 horas de misturado ao pescado. Nesta oportunidade foram colhidas porções de gelo e de pescado. O gelo e o pescado foram, em seguida, submetidos às análises físico-químicas e microbiológicas. A análise do pescado teve como objetivo funcionar como referência, pois era necessário saber se o gelo contaminava ou não o pescado e, também, se o gelo estava exercendo sua função primária, que é a de conservar adequadamente o pescado. As espécies de pescado analisadas foram: sardinha verdadeira, pescada branca e corvina, ou sejam, as variedades mais facilmente encontradas em supermercados. Os resultados obtidos indicaram uma contagem padrão em placas de 2 x 103 a 1,6 x 105 no pescado, 5,3 x 103 a 1,6 x 105 no gelo antes de adicionado ao pescado e 3,2 x 104 a 1,6 x 105 no gelo depois de adicionado ao pescado. Foi detectada a presença de Salmonella ssp no pescado e gelo em alguns pontos de colheita. Na maioria das amostras as características organolépticas estavam normais, com algumas amostras apresentando alterações importantes nascaracterísticas organolépticas; a temperatura oscilou entre 4 a 7 'GRAUS' C mas em alguns pontos de colheita atingiu até 11 'GRAUS' C; o pH estava dentro do padrão e também níveis aceitáveis de bases voláteis totais. Este trabalho permitiu concluir que o gelo não só cumpre sua função básica, mas também não foi considerado fonte de contaminação para o pescado, embora deve-se ressaltar que o seu uso deve ser melhorado e também os ) supermercados devem implementar programas de treinamento para seus funcionários, para melhorar a higiene e a manipulação do pescado
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 12.02.2001

  • Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    FSP11800028208664.94 10
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      PIMENTEL, Luís Paulo Silva; PANETTA, José Cezar. Características físico-químicas e microbiológicas do gelo utilizado na conservação do pescado comercializado em supermercados da Grande São Paulo, Brasil, 1999. 2001.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2001.
    • APA

      Pimentel, L. P. S., & Panetta, J. C. (2001). Características físico-químicas e microbiológicas do gelo utilizado na conservação do pescado comercializado em supermercados da Grande São Paulo, Brasil, 1999. Universidade de São Paulo, São Paulo.
    • NLM

      Pimentel LPS, Panetta JC. Características físico-químicas e microbiológicas do gelo utilizado na conservação do pescado comercializado em supermercados da Grande São Paulo, Brasil, 1999. 2001 ;
    • Vancouver

      Pimentel LPS, Panetta JC. Características físico-químicas e microbiológicas do gelo utilizado na conservação do pescado comercializado em supermercados da Grande São Paulo, Brasil, 1999. 2001 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: