Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Bloqueadores neuromusculares: avaliação quantitativa dos efeitos diferenciais sobre contrações isoladas e tetânicas (2001)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: CHING, LIN HUI - ICB
  • USP Schools: ICB
  • Sigla do Departamento: BMF
  • Subjects: FARMACOLOGIA; JUNÇÃO NEUROMUSCULAR; BLOQUEADORES NEUROMUSCULARES
  • Language: Português
  • Abstract: No presente trabalho avaliou-se quantitativamente o efeito diferencial de bloqueadores neuromusculares sobre contrações isoladas e tetânicas. Os compostos utilizados foram: alcurônio, atacúrio, d-tubocurarina, galamina, hexametônio, mivacúrio, rocurônio e vecurônio. A preparação neuromuscular utilizada foi a nervo ciático-músculo extensor longo dos dedos do rato "in vitro". As contrações indiretas foram provocadas utilizando freqüências de 0,1 Hz para as isoladas e de 50 Hz para as tetânicas. Para ambos os tipos de contrações, os experimentos consistiram de curvas concentração inibitória 50% ('Cl IND. 50'). Para cada composto e para cada tipo de concentração foram realizados 5-6 diferentes experimentos. A avaliação quantitativa do efeito diferencial dos compostos sobre contrações isoladas e tetânicas foi realizada, num primeiro estágio, por meio da razão ("R") entre 'Cl IND. 50' média correspondente às contrações isoladas e a 'Cl IND. 50' média correspondente às contrações tetânicas. Subseqüentemente calculou-se o intervalo de confiança para R, utilizando o teorema de Fieller e o procedimento de Bonferroni, para permitir a comparação silmutânea desses intervalos a um nível de significância de 5%. Utilizou-se como critério considerar como estatisticamente distintos, em termos de efeitos diferenciais sobre contrações isoladas e tetânicas, compostos cujos intervalos de confiança fossem disjuntos. Por este critério, os resultados foram: vecurônio 'igual ao'pancurômio 'diferente de' hexametônio 'igual a' atracúrio; e mivacúrio 'diferente de' atracúrio. Os resultados sugerem que compostos que discriminam pouco entre contrações isoladas e tetânicas (como o vecurômio e o pancurômio) também discriminam pouco, de um ponto de vista celular, entre sítios pré e pós sinápticos. O contrário ocorreria com compostos que discriminam bem entre contrações isoladas e tetânicas, como o hexametônio e o atracúrio. Os resultados ) mostram ainda que a potência bloqueadora dos compostos não influencia na sua maior ou menor capacidade de afetar de maneira diferencial as contrações isoladas e tetânicas
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 02.05.2001

  • Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    ICB12100010960T-ICB BMF QV4 C539b 2000
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      CHING, Lin Hui; OLIVEIRA, Antonio Carlos. Bloqueadores neuromusculares: avaliação quantitativa dos efeitos diferenciais sobre contrações isoladas e tetânicas. 2001.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2001.
    • APA

      Ching, L. H., & Oliveira, A. C. (2001). Bloqueadores neuromusculares: avaliação quantitativa dos efeitos diferenciais sobre contrações isoladas e tetânicas. Universidade de São Paulo, São Paulo.
    • NLM

      Ching LH, Oliveira AC. Bloqueadores neuromusculares: avaliação quantitativa dos efeitos diferenciais sobre contrações isoladas e tetânicas. 2001 ;
    • Vancouver

      Ching LH, Oliveira AC. Bloqueadores neuromusculares: avaliação quantitativa dos efeitos diferenciais sobre contrações isoladas e tetânicas. 2001 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: