Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Metodologia para avaliação de investimentos em projetos ambientais (2001)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: REIS, HELVECIO LUIZ - EP
  • USP Schools: EP
  • Sigla do Departamento: PRO
  • Subjects: MEIO AMBIENTE; INVESTIMENTOS (AVALIAÇÃO); ORÇAMENTO EMPRESARIAL
  • Language: Português
  • Abstract: O trabalho tem por objetivo a formulação de uma metodologia para avaliação de investimentos em projetos ambientais. Os projetos ambientais compreendem o conjunto de alternativas que visam a redução ou eliminação de impactos ambientais, no campo de orçamento de capital, ou seja, investimentos em ativos reais e não em ativos financeiros. A construção de uma fábrica, por exemplo, requer o cumprimento de requisitos legais quanto a impactos ambientais futuros. Todavia, a variável ambiental neste caso não é o único parâmetro para a decisão do gerente. Há projetos eminentemente ambientais, tais como a certificação ISO 14000, a aquisição de tecnologia de controle ambiental em substituição a outra mais agressiva ao meio ambiente, o estudo de impactos ambientais, a adoção de reservas ecológicas, para citar alguns. Os métodos tradicionais de avaliação de investimentos no campo do orçamento de capital são o método de payback (PP), o retorno sobre o investimento (ROI), o valor presente líquido (NPV) e a taxa interna de retorno (IRR), dentre os mais empregados. Entretanto, esses métodos da escola normativa, estritamente quantitativos, foram concebidos segundo o modelo do desenvolvimento não-sustentável, para o qual a natureza é inesgotável e infinita. Além disto, reforçam a concepção de que as empresas devem maximizar a riqueza dos acionistas, a pedra basilar da administração financeira. A metodologia formulada divide o processo de avaliação de investimentos em projetosambientais em duas etapas. Na primeira, aplicam-se os fundamentos do valor presente líquido (NPV) para a avaliação quantitativa, com foco em variáveis que não são - ou são parcialmente - consideradas, tais como os efeitos sobre a receitas, custos, desperdícios e custo de oportunidade da penalidade, decorrentes da implementação dos projetos ambientais. Ressalta-se que tradicionalmente a avaliação de investimentos tem tratado de variáveis facilmente ) quantificáveis. Na segunda etapa, a metodologia propõe a avaliação qualitativa. As decisões relativas a investimentos em projetos ambientais podem proporcionar benefícios estratégicos de difícil mensuração. Esses benefícios podem ser identificados sob a forma de aumento de receita, conquista de novos clientes e retenção de clientes do portfolio da empresa. Além disto, a implementação de projetos ambientais interessa a outro grupo que não somente os acionistas: são os "stakeholders". Na avaliação qualitativa, a empresa pode compreender a importância de investimentos em projetos ambientais para funcionários, clientes, comunidade local, órgãos de controle ambiental, importância essa que pode modificar o avaliação do tomador de decisão
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 06.08.2001

  • Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    EPRO32100006419FT-1567
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      REIS, Helvécio Luiz; MUSCAT, Antônio. Metodologia para avaliação de investimentos em projetos ambientais. 2001.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2001.
    • APA

      Reis, H. L., & Muscat, A. (2001). Metodologia para avaliação de investimentos em projetos ambientais. Universidade de São Paulo, São Paulo.
    • NLM

      Reis HL, Muscat A. Metodologia para avaliação de investimentos em projetos ambientais. 2001 ;
    • Vancouver

      Reis HL, Muscat A. Metodologia para avaliação de investimentos em projetos ambientais. 2001 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: