Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Reavaliação de estruturas de possível origem biogênica (icnofósseis, dubiofósseis e estruturas associadas) do Grupo Alto Paraguai (Vendiano ou Cambriano), MT (2001)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: ALBUQUERQUE, PAULO ROBERTO FERREIRA DE - IGC
  • USP Schools: IGC
  • Sigla do Departamento: GPE
  • Subjects: PALEONTOLOGIA; ICNOFÓSSEIS; CAMBRIANO; PROTEROZOICO
  • Language: Português
  • Abstract: O estudo dos icnofósseis (iconologia) é uma importante ferramenta paleontológica, tanto para a compreensão das importantes inovações do Proterozóico terminal (Vendiano) e da expansão dos animais megascópicos do início do Cambriano, quanto para a identificação e correlação do limite Pré-Cambriano/Cambriano. A sua grande limitação é a dificuldade em se distinguir entre fósseis verdadeiros (como iconofósseis e moldes de metazoários do tipo fauna de Ediacara) e estruturas sedimentares abiogênicas dentre os abundantes objetos desta idade suspeitos de serem biogênicos. Os critérios para fazer esta distinção foram inicialmente testados em objetos simples e cilíndricos da Formação Cariri (Bacia do Araripe, NE), de idade controversa mas seguramente Fanerozóica, e então aplicados em um diversificado conjunto de objetos previamente descritos como iconofósseis e dubiofósseis da Formação Raizama (Vendiano ou Cambriano) do Grupo Alto Paraguai (Faixa Paraguai, Mato Grosso). Estas análises estabeleceram a biogenicidade dos objetos da Formação Cariri, tornando-os os três primeiros icnofósseis de invertebrados descritos nesta unidade, mas levantaram dúvidas quanto a biogenicidade do material da Formação Raizama, classificando entre eles cinco pseudofósseis, um provável pseudofóssil, três possíveis pseudofósseis e um dubiofóssil. Esta conclusão implica em situações (ambientais e/ou cronológicas) não favoráveis ao desenvolvimento de vida. Mas, não pudemos descartartotalmente a presença de objetos de origem biológica. Esta condição deve ser investigada com a pesquisa sistemática e exaustiva desta unidade em busca de indícios que confirmem (ou não) a presença de vestígios de vida nesta unidade. Desta forma, a Formação Raizama pode ser ) considerada, no máximo, como dubiamente fossilífera
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 17.08.2001
  • Acesso online ao documento

    Online access or search this record in

    Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    IGC30900007605T A345 PRF.r
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      ALBUQUERQUE, Paulo Roberto Ferreira de; FAIRCHILD, Thomas R. Reavaliação de estruturas de possível origem biogênica (icnofósseis, dubiofósseis e estruturas associadas) do Grupo Alto Paraguai (Vendiano ou Cambriano), MT. 2001.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2001. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/44/44136/tde-21102015-153809/pt-br.php >.
    • APA

      Albuquerque, P. R. F. de, & Fairchild, T. R. (2001). Reavaliação de estruturas de possível origem biogênica (icnofósseis, dubiofósseis e estruturas associadas) do Grupo Alto Paraguai (Vendiano ou Cambriano), MT. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/44/44136/tde-21102015-153809/pt-br.php
    • NLM

      Albuquerque PRF de, Fairchild TR. Reavaliação de estruturas de possível origem biogênica (icnofósseis, dubiofósseis e estruturas associadas) do Grupo Alto Paraguai (Vendiano ou Cambriano), MT [Internet]. 2001 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/44/44136/tde-21102015-153809/pt-br.php
    • Vancouver

      Albuquerque PRF de, Fairchild TR. Reavaliação de estruturas de possível origem biogênica (icnofósseis, dubiofósseis e estruturas associadas) do Grupo Alto Paraguai (Vendiano ou Cambriano), MT [Internet]. 2001 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/44/44136/tde-21102015-153809/pt-br.php

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: