Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Um estudo sobre o uso da água na bacia do Rio Mogi Guaçu: Políticas, conflitos e gestão (2001)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: PINHEIRO, CARLOS ALBERTO - FFLCH
  • USP Schools: FFLCH
  • Sigla do Departamento: FLG
  • Subjects: BACIA HIDROGRÁFICA (CONSERVAÇÃO;MANEJO)
  • Language: Português
  • Abstract: O objetivo do presente trabalho é analisar os usos dos recursos hídricos e os conflitos sócio-econômicos regionais que interferem nos índices de qualidade e quantidade de água dos mananciais superficial e subterrâneo da porção paulista da bacia hidrográfica do rio Mogi Guaçu. Este estudo também abordou as principais ações político-institucionais criadas com o intuito de solucionar as questões ambientais e hídricas nessa unidade hidrográfica. A primeira ação investigada foi a do comitê da bacia hidrográfica, criado em 1996, órgão colegiado responsável pelas atividades de gestão da política estadual do setor e pela aplicação dos estudos, planejamento e obras. A segunda foi o Estudo do Macrozoneamento dos Rios Mogi Guaçu/Médio-Grande e Pardo, um amplo levantamento sócio-ambiental cuja finalidade é a de orientar um tipo mais harmônico de desenvolvimento sócio-econômico destas regiões, que contemple a preservação e o uso racional do seu patrimônio ambiental e hídrico. A terceira foi o Consórcio Intermunicipal da Bacia do Rio Jaguari-Mirim, entidade que reúne municípios paulistas e mineiros entrecortados por este afluente do rio Mogi Guaçu. Ele foi criado com o intuito de solucionar os problemas ambientais provocados pela mineração de areia existente neste manancial. Cabe destacar que estas duas últimas experiências surgiram da mobilização da vontade, da comunidade regional, de agentes públicos e de políticos que constataram diversos problemas sócio-ambientais quecomeçavam a comprometer a disponibilidade e a integridade dos corpos hídricos regionais. A par do objetivo precípuo desta dissertação, pretende apresentar uma contribuição, talvez modesta, porém de reflexão e aplicação ) que, acredita-se, procedente, qual seja, demonstrar que para a garantia atual e futura da água destinada ao consumo humano urge, não só esforços decorrentes do planejamento em si - investimentos apoiados em planos e obras de engenharia, mas também a concorrência relações sócio-tecnicas que privilegiem os usos múltiplos e racionais do recursos hídricos desta bacia
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 26.09.2001

  • Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    FFLCH21100003088T PINHEIRO,C.A. 2001
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      PINHEIRO, Carlos Alberto; COSTA, Wanderley Messias da. Um estudo sobre o uso da água na bacia do Rio Mogi Guaçu: Políticas, conflitos e gestão. 2001.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2001.
    • APA

      Pinheiro, C. A., & Costa, W. M. da. (2001). Um estudo sobre o uso da água na bacia do Rio Mogi Guaçu: Políticas, conflitos e gestão. Universidade de São Paulo, São Paulo.
    • NLM

      Pinheiro CA, Costa WM da. Um estudo sobre o uso da água na bacia do Rio Mogi Guaçu: Políticas, conflitos e gestão. 2001 ;
    • Vancouver

      Pinheiro CA, Costa WM da. Um estudo sobre o uso da água na bacia do Rio Mogi Guaçu: Políticas, conflitos e gestão. 2001 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: