Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Lipoproteínas de baixa densidade atuam em monócitos humanos cultivados liberando porteínas ligantes do fator de crescimento similar à insulina (2001)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: PARES, MADALENA MARIA NUNES DA SILVA - FM
  • USP Schools: FM
  • Sigla do Departamento: MPT
  • Subjects: MONÓCITOS (SECREÇÃO); CULTURA DE CÉLULAS (MÉTODOS)
  • Language: Português
  • Abstract: Para determinar o tipo de proteína ligante do fator de crescimento similar à insulina liberada por monócitos cultivados sob estimulação de lipoproteínas de baixa densidade, foram estudados meios condicionados por monócitos diferenciados de doadores sadios, pacientes portadores de deficiência familiar de hormônio de crescimento, pacientes portadores de pan-hipopituitarismo e por monócitos indiferenciados de linhagens humanas. Utilizou-se o método de "western ligand blot". Verificou-se a liberação de proteína ligante do tipo 3. Esta liberação é dependente do estado de oxidação da lipoproteína, da presença de hormônio de crescimento e do estado de diferenciação celular do monócito
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 05.10.2001

  • Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    FM10700038835W4.DB8 SP.USP FM-2 P254L
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      PARES, Madalena Maria Nunes da Silva; BYDLOWSKI, Sérgio Paulo. Lipoproteínas de baixa densidade atuam em monócitos humanos cultivados liberando porteínas ligantes do fator de crescimento similar à insulina. 2001.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2001.
    • APA

      Pares, M. M. N. da S., & Bydlowski, S. P. (2001). Lipoproteínas de baixa densidade atuam em monócitos humanos cultivados liberando porteínas ligantes do fator de crescimento similar à insulina. Universidade de São Paulo, São Paulo.
    • NLM

      Pares MMN da S, Bydlowski SP. Lipoproteínas de baixa densidade atuam em monócitos humanos cultivados liberando porteínas ligantes do fator de crescimento similar à insulina. 2001 ;
    • Vancouver

      Pares MMN da S, Bydlowski SP. Lipoproteínas de baixa densidade atuam em monócitos humanos cultivados liberando porteínas ligantes do fator de crescimento similar à insulina. 2001 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: