Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Da nação ao planeta através da natureza: uma abordagem antropológica das unidades de conservação de proteção integral na Amazônia brasileira (2001)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: BARRETTO FILHO, HENYO TRINDADE - FFLCH
  • USP Schools: FFLCH
  • Sigla do Departamento: FLA
  • Subjects: AMAZÔNIA BRASILEIRA; ETNOHISTÓRIA
  • Language: Português
  • Abstract: O objetivo desta tese é realizar uma etnografia histórica comparada dos processos de criação e gestão do Parque Nacional do Jaú e da Estação Ecológica das Anavilhanas, situados na micro-região do baixo rio Negro, estado do Amazonas, contextualizando-os no âmbito do desenvolvimento e das sucessivas mudanças de enfoque da política ambiental no Brasil. Baseio a reconstituição histórica e a descrição etnográfica em fontes documentais e na observação direta de processos sociais em curso. O estudo de duas categorias de manejo de unidades de conservação distintas, situadas em uma mesma bacia hidrográfica - o rio Negro, com as características comuns de um sistema de águas pretas -, abarcando cerca de 60% da área do município de Novo Airão-AM - o que justifica uma análise do efeito da sua criação ao nível local -, criadas à mesma época e geridas sucessivamente por distintas agências do governo federal - o IBDF, a SEMA e o IBAMA -, permitirá: (a) interpelar etnograficamente a relação entre diferentes agências e instituições, locais, regionais, nacionais e internacionais, na criação e gestão de unidades de conservação de proteção integral na Amazônia brasileira; e (b) identificar os recursos sociais, políticos, econômicos, normativos, institucionais e técnicos, que permitiram avanços e retrocessos na implantação destas unidades, enquanto instrumentos da política ambiental. O estudo de caso comparado é empregado como um procedimento recursivo cujo propósito final éconstruir uma compreensão propriamente antropológica das unidades de conservação de proteção integral - definidas hoje como instrumentos de política ambiental. Faço-o explorando o conceito antropológico de artefato cultural, enfatizando o caráter de construto socionatural histórico instável e indeterminado das unidades de conservação - dimensão dissimulada pelas formulações anacrônicas e a-históricas hegemônicas nas análises normativas sobre a matéria
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 04.10.2001

  • Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    FFLCH21000046209T BARRETTO FILHO,H.T. 2001 2.v
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      BARRETTO FILHO, Henyo Trindade; VIDAL, Lux Boelitz. Da nação ao planeta através da natureza: uma abordagem antropológica das unidades de conservação de proteção integral na Amazônia brasileira. 2001.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2001.
    • APA

      Barretto Filho, H. T., & Vidal, L. B. (2001). Da nação ao planeta através da natureza: uma abordagem antropológica das unidades de conservação de proteção integral na Amazônia brasileira. Universidade de São Paulo, São Paulo.
    • NLM

      Barretto Filho HT, Vidal LB. Da nação ao planeta através da natureza: uma abordagem antropológica das unidades de conservação de proteção integral na Amazônia brasileira. 2001 ;
    • Vancouver

      Barretto Filho HT, Vidal LB. Da nação ao planeta através da natureza: uma abordagem antropológica das unidades de conservação de proteção integral na Amazônia brasileira. 2001 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: