Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Estudo da disfunção endotelial na isquemia parcial e reperfusão de músculo esquelético em modelo canino experimental (2001)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: JOVILIANO, EDWALDO EDNER - FMRP
  • USP Schools: FMRP
  • Sigla do Departamento: RCA
  • Subjects: MÚSCULO ESQUELÉTICO (ESTUDO;LESÕES); ISQUEMIA; CLÍNICA CIRÚRGICA
  • Language: Português
  • Abstract: Os mecanismos da "lesão de isquemia e reperfusão" relacionam-se com disfunção endotelial, que entre outros processos biofarmacológicos, devem-se à diminuição da produção do óxido nítrico (NO) ou da sua biodisponibilidade, submetendo os vasos sangüíneos ao risco de espasmo e trombose. A presente investigação teve dois objetivos: 1) Determinar modelo de isquemia parcial e reperfusão de músculo esquelético, baseando-se nas alterações da função endotelial dependentes do óxido nítrico; 2) Avaliar o efeito do mecanismo de lesão da reperfusão nas vias de produção do óxido nítrico, no endotélio de artéria segmentar de extremidade. O modelo experimental escolhido e testado foi o da isquemia parcial das extremidades inferiores de cães submetidos a pinçamento infra-renal da aorta abdominal e padronizados em quatro grupos experimentais (N=6): 1) Grupo controle; 2) Grupo isquemia (120 min), 3) Grupo isquemia (90 min) e reperfusão (60 min), e; 4) Grupo isquemia (120 min) e reperfusão (90 min). A reatividade vascular da artéria femoral foi estudada "in vitro" em sistema de banhos orgânicos ("organ chambers"), onde segmentos de 4 a 5 mm, com e sem endotélio, foram suspensos e conectados a transdutores de força. Os experimentos foram realizados na presença de indometacina por bloqueio da via ciclooxigenase, de modo que os relaxamentos estudados eram função da liberação de NO. Todos os passos da via de liberação do NO foram estudados: 1) Receptores (acetilcolina e ADP); 2)Transdução do sinal pelas G-proteínas (fluoreto de sódio); 3) Processos intracelulares independente de receptores (fosfolipase C e ionóforo do cálcio). e; 4) Função da musculatura lisa (nitroprussiato de sódio/sistema GMPc e isoproterenol/sistema AMPc). Os achados deste estudo foram: 1) O modelo experimental adotado mostrou-se adequado e de fácil padronização; 2) A isquemia da pata traseira pelo pinçamento aórtico infra-renal, por 120 min, ) não foi capaz de causar disfunção endotelial da artéria femoral; 3) A isquemia por 90 min, seguidos de 60 min de reperfusão, também não causou disfunção endotelial, embora já se observasse uma tendência a comprometimento dos relaxamentos dependentes do endotélio pela ação do fluoreto de sódio; 4) A isquemia por 120 min, seguidos de 90 min de reperfusão causou disfunção endotelial, constatada pela diminuição da liberação do NO pelo endotélio da artéria femoral; 5) O mecanismo alterado da liberação do NO ocorreu na membrana da célula endotelial, revelando um comprometimento de receptores e da transdução do sinal pelas G-proteínas; 6) A isquemia por 120 min, seguidos de 90 min de reperfusão causou, também, disfunção da musculatura lisa vascular da artéria femoral. A padronização do modelo com isquemia parcial de músculo esquelético permitiu avaliar o real efeito da reperfusão no endotélio de artérias segmentares de extremidades (artéria femoral), assim como observar a ocorrência de disfunção seletiva de receptores demembrana endotelial. Estabelecendo uma metodologia para estudos da função endotelial na condição de isquemia parcial seguida de reperfusão do músculo esquelético, abrirar-se-á fértil campo de investigação
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 12.09.2001

  • Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    FMRP11200059319Joviliano, Edwaldo Edner
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      JOVILIANO, Edwaldo Edner; CERRI, Jesualdo. Estudo da disfunção endotelial na isquemia parcial e reperfusão de músculo esquelético em modelo canino experimental. 2001.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2001.
    • APA

      Joviliano, E. E., & Cerri, J. (2001). Estudo da disfunção endotelial na isquemia parcial e reperfusão de músculo esquelético em modelo canino experimental. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto.
    • NLM

      Joviliano EE, Cerri J. Estudo da disfunção endotelial na isquemia parcial e reperfusão de músculo esquelético em modelo canino experimental. 2001 ;
    • Vancouver

      Joviliano EE, Cerri J. Estudo da disfunção endotelial na isquemia parcial e reperfusão de músculo esquelético em modelo canino experimental. 2001 ;