Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Desenvolvimento de metodologias para a análise de pesticidas em plantas medicinais brasileiras (Passiflora L.): métodos convencionais vs. modernos (2001)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: ZUIN, VÂNIA GOMES - IQSC
  • USP Schools: IQSC
  • Subjects: PESTICIDAS; PLANTAS MEDICINAIS; QUÍMICA ANALÍTICA
  • Language: Português
  • Abstract: Apesar da legislação brasileira demonstrar preocupação com a qualidade de medicamentos fitoterápicos, na prática pode-se constatar que muitos destes preparados disponíveis no mercado não apresentam controle adequado do teor de princípios ativos, estabilidade e de compostos reconhecidamente tóxicos, como os pesticidas, pela simples ausência de informações precisas sobre as substâncias a serem monitoradas, e principalmente pela ausência de métodos analíticos eficientes, precisos e sensíveis de controle de qualidade. A necessidade do estabelecimento de metodologias analíticas é imperiosa para a determinação dos pesticidas mais utilizados no Brasil e que podem ser encontrados em plantas medicinais aqui comercializadas, bem como para estabelecer os limites máximos permitidos para estes compostos fixados por órgãos de regulamentação do País, visto a crescente demanda pela população brasileira de medicamentos de baixo custo, ou ainda que sejam menos agressivos aos organismos que os similares sintéticos. Assim, foram selecionados os pesticidas de maior importância para as culturas de Passiflora alata Dryander, a espécie de uso medicinal descrita pela Farmacopéia Brasileira e inclusa na lista de estudos prioritários da Central de Medicamentos (órgão no passado vinculado ao Ministério da Saúde), e para a espécie largamente cultivada P. edulis Sims. f. flavicarpa Deg., freqüentemente utilizada como substituição de medicamentos à base de Passiflora L. no Brasil. Os critérios dequalidade analítica utilizados no presente trabalho foram aqueles estipulados pela Farmacopéia Européia, o mais recente documento internacional de regulamentação para a análise de multirresíduos de pesticidas em drogas vegetais. Além dos critérios de validação, e dos limites máximos permitidos de pesticidas em matrizes vegetais medicinais, o método estabelecido pela Farmacopéia Européia foi adaptado e utilizado como referência central. ) Outros métodos foram desenvolvidos e validados, e as análises cromatográficas foram sempre efetuadas através de sistemas de HRGC-ECD: um método baseado na maceração com ultra-som e posterior "clean up" em uma coluna contendo alumina neutra; o método de extração através da dispersão da matriz em fase sólida, realizado em uma só etapa; e por fim o método de extração com fluido supercrítico, o qual não necessitou de uma etapa adicional de "clean up". Todos os métodos mostraram elevada eficiência, com recuperações dentro das faixas internacionalmente aceitas, precisão, sensibilidade, seletividade, robustez e simplicidade. Em adição, foi realizado o estudo da porcentagem de pesticidas que é transferida da matriz vegetal para a fase aquosa por infusão, com o auxílio de uma técnica estabelecida recentemente, a extração por sorção em barra magnética
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 31.08.2001

  • Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    IQSC30800010904T1288
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      ZUIN, Vânia Gomes; YARIWAKE, Janete Harumi. Desenvolvimento de metodologias para a análise de pesticidas em plantas medicinais brasileiras (Passiflora L.): métodos convencionais vs. modernos. 2001.Universidade de São Paulo, São Carlos, 2001.
    • APA

      Zuin, V. G., & Yariwake, J. H. (2001). Desenvolvimento de metodologias para a análise de pesticidas em plantas medicinais brasileiras (Passiflora L.): métodos convencionais vs. modernos. Universidade de São Paulo, São Carlos.
    • NLM

      Zuin VG, Yariwake JH. Desenvolvimento de metodologias para a análise de pesticidas em plantas medicinais brasileiras (Passiflora L.): métodos convencionais vs. modernos. 2001 ;
    • Vancouver

      Zuin VG, Yariwake JH. Desenvolvimento de metodologias para a análise de pesticidas em plantas medicinais brasileiras (Passiflora L.): métodos convencionais vs. modernos. 2001 ;