Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Severidade de Phaeosphaeria maydis e rendimento de grãos de milho (Zea mays L.) em diferentes ambientes e doses de nitrogênio (2002)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: COSTA, FLAVIO MURILO PEREIRA DA - ESALQ
  • USP Schools: ESALQ
  • Sigla do Departamento: LPV
  • Subjects: SEMEADURA (ÉPOCA); FERTILIZANTES NITROGENADOS; MANCHA FOLIAR; MILHO
  • Language: Português
  • Abstract: O manejo da cultura de milho (Zea mays L.) tem incorporado os recentes avanços tecnológicos em agricultura, o que tem proporcionado aumentos significativos de rendimento. Procedimentos relativos à redução da severidade de doenças, como a causada por Phaeosphaeria maydis, tornam-se prementes. O fungo é um agente biótico que promove redução de produtividade. Tal fato está relacionado com o estresse da planta, com a severidade da doença e com as condições climáticas, principalmente umidade relativa e temperatura do ar. A ênfase da pesquisa é a de nortear mais detalhadamente as ações de manejo levando em consideração esses fatores, estabelecendo técnicas culturais racionais quando da utilização de genótipos susceptíveis. Por outro lado, mesmo utilizando genótipos tolerantes, um manejo nutricional inadequado da cultura sob condições climáticas favoráveis à doença, pode ser constatada a incidência de P. maydis com maior severidade. Sendo assim, com o objetivo de avaliar cinco diferentes genótipos de milho, sendo quatro tolerantes a P. maydis e um susceptível, foram conduzidos ensaios em quatro épocas de semeadura, as duas primeiras no campus "Luiz de Queiroz" (Local 1) e as duas últimas na Estação Experimental de Anhembi (Local 2), ambos no município de Piracicaba, sob a influência de cinco doses de nitrogênio (0; 60; 120; 180 e 240 kg/ha). De acordo com os resultados obtidos, concluiu-se que: (i) o desempenho do genótipo é dependente da época de semeadura, e aadubação nitrogenada propicia aumento no rendimento de grãos apenas quando a condição ambiental não é limitante; e (ii) a severidade de P. maydis é dependente da época de semeadura, da dose de nitrogênio e do material genético. O estresse da planta provocado por elevadas temperaturas predispõe a cultura à incidência da doença com maior severidade
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 15.01.2002
  • Acesso online ao documento

    Online access or search this record in

    Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    ESABC10500021924t633.15 C837s ex.2 78193
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      COSTA, Flávio Murilo Pereira da; DOURADO NETO, Durval. Severidade de Phaeosphaeria maydis e rendimento de grãos de milho (Zea mays L.) em diferentes ambientes e doses de nitrogênio. 2002.Universidade de São Paulo, Piracicaba, 2002. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11136/tde-02072002-115459/ >.
    • APA

      Costa, F. M. P. da, & Dourado Neto, D. (2002). Severidade de Phaeosphaeria maydis e rendimento de grãos de milho (Zea mays L.) em diferentes ambientes e doses de nitrogênio. Universidade de São Paulo, Piracicaba. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11136/tde-02072002-115459/
    • NLM

      Costa FMP da, Dourado Neto D. Severidade de Phaeosphaeria maydis e rendimento de grãos de milho (Zea mays L.) em diferentes ambientes e doses de nitrogênio [Internet]. 2002 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11136/tde-02072002-115459/
    • Vancouver

      Costa FMP da, Dourado Neto D. Severidade de Phaeosphaeria maydis e rendimento de grãos de milho (Zea mays L.) em diferentes ambientes e doses de nitrogênio [Internet]. 2002 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11136/tde-02072002-115459/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: