Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Inseminação artificial em tempo fixo em porcas com ovulações sincronizadas por gonadotrofinas (2001)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: CANDINI, PEDRO HENRIQUE - FMVZ
  • USP Schools: FMVZ
  • Sigla do Departamento: VRA
  • Subjects: INSEMINAÇÃO ARTIFICIAL ANIMAL; SUÍNOS; SINCRONIZAÇÃO DO CIO; GONADOTROFINAS
  • Language: Português
  • Abstract: A pesquisa desenvolvida num sistema de produção de suínos estudou a efetividade da gonadotrofina coriônica eqüina (eCG) e hormônio luteinizante (LH) na sincronização das ovulações no experimento 1(E1) e o esquema de inseminação artificial (IA) em tempo fixo no experimento 2 (E2). No E1, 24 fêmeas constituíram o grupo controle e 32 receberam a aplicação intramuscular de 600 UI de eCG (Novormon 5000), 24 h após a desmama e 5 mg de LH (Lutropin - V), 56 h após a injeção de eCG. O estro foi observado 2 vezes ao dia, a ovulação detectada por ultra-sonografia transcutânea e taxa de ovulação (TO) determinada por contagem de corpos lúteos. O intervalo desmama-estro (IDE) foi reduzido (P = 0,01) pelo tratamento (87,4 vs 98,5 horas). As ovulações ocorreram entre 32 e 48 h (37,25 '+ OU -' 3,65) após LH e foi diferente (P < 0,0001) do controle (63,67 '+ OU -' 20,22, variando de 32 a 104 h). A TO do tratamento foi semelhante (P=0,2) à do controle (23,16 ' + OU -' 12,19 vs 20,08 '+ OU -' 5,19, respectivamente). No E 2, foram utilizadas 254 matrizes Camborough 22 (PIC), divididas em tratamentos : T 1 (n=60) - 600 UI de e CG após desmama e 5 mg de LH, após 72 h, com única IA (24 h após LH); T 2 (n=95) - mesmo tratamento hormonal do T1, com 2 IAs (24 e 32 h após LH); T 3 (n=99) grupo controle, com 3 IAs. A detecção do estro foi feita 2 vezes ao dia e a ovulação detectada por ultra-sonografia transcultânea. As médias de IDE em T1, T2 e T3 foram de 87,4 '+ OU -' 3,0 (87 a 111), 87'+ OU -' 0 (87) e 99,9 '+ OU -' 13,6 (63 a 135) h, respectivamente, sendo reduzidas (P = 0,0001) pelas gonadotrofinas. A duração do estro (DE) foi de 44,3 '+ OU -' 8,78 (12 a60), 41,3 '+ OU -' 9,77 (24 a 60) e 60,1 '+ OU -' 10,22 (36 a 84) h, respectivamente para T1, T2 e T3, mostrando-se menor (P < 0,0001) nas fêmeas tratadas. Quatorze das 155 fêmeas que receberam gonadotrofinas (9,03%) não manifestaram estro. Dessas, 10 retornaram ao estro, ) significando 40% do total de repetições. As diferenças no intervalo LH e ovulação (LH-OV) entre o grupo controle (56,1 '+ OU -' 15,91, variação de 21 a 93 horas) e os grupos tratados (35,7 '+ OU -' 6,07 em T1 e 35,5 '+ OU -' 6,06 em T2, com variação de 30 a 42 horas) foram significativas (P < 0,0001). O tamanho de leitegada (TL) foi de 10,6 '+ OU -' 3,25 (2 a 16) em T1, 11,3 '+ OU -' 3,0 (4 a 20) em T2 e 11,6 '+ OU -' 2,74 (4 a 18) leitões em T3, enquanto os mesmos demonstraram número de leitões nacidos vivos (NV) de 9,6 '+ OU -' 3,14 (2 a 16), 10,5 '+ OU -' 2,83 (1 a 18) e 10,5 '+ OU -' 2,73 (4 a 16) leitões. Tanto em TL (P=0,11) quanto em NV (P = 0,06) não houve diferença. A taxa de parição (TP) no T1, T2 e T3 foi de, respectivamente, 76,67%, 88,42% e 91,92%, diferindo entre T1 e T3 (P = 0,01). As gonadotrofinas foram efetivas na indução e sincronização das ovulações; o uso de 2 IAs manteve os índices reprodutivos e, embora a IA única não revele significância quanto ao menor valor de TL, há necessidade de serem realizadosnovos estudos nesta área
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 19.12.2001

  • Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    FMVZ11300001484T.1056 FMVZ e.2
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      CANDINI, Pedro Henrique; MORETTI, Aníbal de Sant'Anna. Inseminação artificial em tempo fixo em porcas com ovulações sincronizadas por gonadotrofinas. 2001.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2001.
    • APA

      Candini, P. H., & Moretti, A. de S. 'A. (2001). Inseminação artificial em tempo fixo em porcas com ovulações sincronizadas por gonadotrofinas. Universidade de São Paulo, São Paulo.
    • NLM

      Candini PH, Moretti A de S'A. Inseminação artificial em tempo fixo em porcas com ovulações sincronizadas por gonadotrofinas. 2001 ;
    • Vancouver

      Candini PH, Moretti A de S'A. Inseminação artificial em tempo fixo em porcas com ovulações sincronizadas por gonadotrofinas. 2001 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: