Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Complicações funcionais em fístula artério venosa (2001)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: GULLO, ALINE BEATRIZ MOREIRA - EE
  • USP Schools: EE
  • Sigla do Departamento: ENC
  • Subjects: ENFERMAGEM NEFROLÓGICA; HEMODIÁLISE; FÍSTULA ARTERIOVENOSA
  • Language: Português
  • Abstract: Este estudo quantitativo tem como objetivo verificar a associação entre a ocorrência de complicações funcionais da fístula artério venosa (FAV) estenose e pseudoaneurismas, com as técnicas de manuseio da FAV pela equipe de enfermagem com o tempo de maturação da FAV na primeira punção, a distância mantida entre a punção arterial e venosa e o rodízio do local de punção. Foi realizada uma análise de diálise com 146 pacientes em programa de hemodiálise crônica na cidade de São Paulo. A amostra foi constituída por 40 pacientes em programa de hemodiálise com FAV realizada pela técnica de Cimino-Brescia com um mínimo de um ano de uso, com idade entre 20 e 65 anos, não diabéticos. A coleta de dados foi realizada através de avaliação física e clínica dos 40 pacientes da amostra pela pesquisadora. Destes 40 pacientes, 23 eram homens e 17 mulheres, tendo como diagnóstico de base a nefroesclerose maligna em 19 e glomerulonefrite crônica em 14. Em relação ao número de confecção do acesso vascular, 24 pacientes (60%) tinham ainda a primeira FAV, sendo que destas, 27 estavam em região tabaqueira anatômica, e destas 20 em braço não dominante. O tempo médio de maturação da FAV na primeira foi de 21 dias, e a média das distâncias entre as punções arterial e venosa foi de 12 cm. Da amostra, 39 pacientes apresentaram cicatrizes de punções repetidas. As complicações encontradas foram 28 pseudoaneurismas e 7 estenoses. Na avaliação clínica das FAVs observou-se pressão venosa média de124mmHg, fluxo de sangue de 350ml/min, e o teste de recirculação esteve abaixo de 10% em 38 pacientes. Os resultados do estudo sugerem que o tempo restrito destinado a maturação da FAV pode estar relacionado com a ocorrência de pseudoaneurisma e não de estenose apesar de não ter sido identificada significância estatística, e que a avaliação física de sinais de complicação funcional na FAV é uma estratégia significativa para o acompanhamento e ) detecção precoce dessas alterações
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 18.12.2001

  • Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    EE10200006022T1981
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      GULLO, Aline Beatriz Moreira; VATTIMO, Maria de Fátima Fernandes. Complicações funcionais em fístula artério venosa. 2001.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2001.
    • APA

      Gullo, A. B. M., & Vattimo, M. de F. F. (2001). Complicações funcionais em fístula artério venosa. Universidade de São Paulo, São Paulo.
    • NLM

      Gullo ABM, Vattimo M de FF. Complicações funcionais em fístula artério venosa. 2001 ;
    • Vancouver

      Gullo ABM, Vattimo M de FF. Complicações funcionais em fístula artério venosa. 2001 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: