Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Validação do "Quality of Life Index" de Ferrans e Powers para estudantes de graduação em enfermagem (2001)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: KAWAKAME, PATRICIA MOITA GARCIA - EE
  • USP Schools: EE
  • Sigla do Departamento: ENC
  • Subjects: QUALIDADE DE VIDA; ESTUDANTES UNIVERSITÁRIOS; ENFERMAGEM
  • Language: Português
  • Abstract: Este estudo teve como propósito investigar a qualidade de vida e validar o Índice de Qualidade de Vida (IQV) de Ferrans e Powers para estudantes de graduação em Enfermagem de uma instituição de ensino privada do interior do Estado de São Paulo. A população constitui-se de 264 estudantes de graduação em Enfermagem cuja maioria encontra-se na faixa-etária de 17 a 20 anos. Os dados foram coletados no decorrer do mês de março , através da utilização de um questionário e um instrumento de medida de qualidade de vida, o IQV de Ferrans e Powers, com tempo médio utilizado de dez minutos para a sua aplicação. O IQV é um indicador de qualidade de vida genérico, composto de 34 ítens que se propõe medir a satisfação poderada pela importância de cada ítem distribuído por 4 domínios: SAÚDE / FUNCIONAMENTO, SOCIOECONÔMICO, PSICOLÓGICO/ESPIRITUAL e FAMÍLIA. De acordo com os resultados dos testes estatísticos de confiabilidade analisados pela consistência interna por intermédio do coeficiente Alfa de Cronbach, as propriedades de medida da versão em português do IQV mostraram-se válidas e consistentes. Obteve-se um indicador reduzido composto de 29 ítens, porém sem o comprometimento da composição representativa dos conceitos de cada um dos quatro domínios mantidos, resultando em um bom índice de confiabilidade de 0,85 para o IQV Total. O IQV não só consegue discriminar os grupos extremos de estudantes com melhor e pior QV como os grupos intermediários. A validade de critério apresentouresultados satisfatóriois com correlação positiva da ordem de r = 0,80 e p =0,000. As médias obtidas dos escores do IQV para os estudantes parecem ser altas e próximas das médias da população geral das imediações de Rockford, Illinois - USA. A comparação das médias do IQV, nos diferentes anos do curso, mostrou que o IQV sofre uma queda significante no decorrer do 2º ano, justamente, quando os estudantes são inseridos no campo prático ) de aprendizagem nas instituições hospitalares. Reforçando a concepção de que situações de estágio ou aulas práticas supervisionadas podem influenciar na qualidade de vida dos estudantes no decorrer do cotidiano acadêmico. O IQV parece ser um indicador de qualidade de vida que aponta o período de grade curricular que os estudantes necessitam de maior atenção dos docentes, por intermédio da queda dos escores, deste modo, fornece subsídios para possíveis intervenções dos educadores, investigações futuras devem ser efetuadas visando a ampliação deste enfoque da pesquisa
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 22.10.2001

  • Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    EE10200006030T1989
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      KAWAKAME, Patrícia Moita Garcia; MIYADAHIRA, Ana Maria Kazue. Validação do "Quality of Life Index" de Ferrans e Powers para estudantes de graduação em enfermagem. 2001.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2001.
    • APA

      Kawakame, P. M. G., & Miyadahira, A. M. K. (2001). Validação do "Quality of Life Index" de Ferrans e Powers para estudantes de graduação em enfermagem. Universidade de São Paulo, São Paulo.
    • NLM

      Kawakame PMG, Miyadahira AMK. Validação do "Quality of Life Index" de Ferrans e Powers para estudantes de graduação em enfermagem. 2001 ;
    • Vancouver

      Kawakame PMG, Miyadahira AMK. Validação do "Quality of Life Index" de Ferrans e Powers para estudantes de graduação em enfermagem. 2001 ;