Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Consumo, parâmetros digestivos e comportamento de bovinos de corte em pastejo de capim Tanzânia (Panicum maximum Jacq. cv. Tanzânia) suplementados com fontes de energia ou de proteína (2002)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: MANZANO, RICARDO PEREIRA - ESALQ
  • USP Schools: ESALQ
  • Sigla do Departamento: LPA
  • Subjects: BOVINOS DE CORTE; CAPIM COLONIÃO; COMPORTAMENTO INGESTIVO ANIMAL; DIGESTÃO; PASTEJO; SUPLEMENTOS ENERGÉTICOS PARA ANIMAIS
  • Language: Português
  • Abstract: O objetivo foi de avaliar o efeito da suplementação energética ou protéica sobre o comportamento ingestivo e os parâmetros digestivos de bovinos sob pastejo, com duas dsponibilidades de forragem diferentes no verão. Oito garrotes da raça Nelore foram utilizados em um sistema de pastejo rotacionado, em capim Tanzânia, sob dois níveis de resíduo de MS verde (MSV), obtidos após a saída dos animais (R1=1000 Kg ha-1 de MSV e R2=4000 kg ha-1 de MSV). Quatro garrotes foram alocados a cada um dos resíduos, sendo distribuídos em dois quadrados latinos 4x4, onde cada animal recebeu um tratamento de suplementação (SO=sem suplementação; S1=2,24 kg dia-1 de milho moído grosso; S2=2,24 kg dia -1 de milho floculado; S3=0,7 kg dia-1 de farelo de soja). Os ciclos de pastejo se constituiram em 33 dias como período de descanso e 3 dias de ocupação. Houve aumento do tempo de pastejo (470,63 contra 354,28 minutos dia-1), tempo de ruminação (408,48 contra 319,06 ,imutos dia-a) e do consumo de matéria seca da forragem (P<0,005) com o aumento da disponibilidade de MSV. O tempo em ócio foi elevado com a redução na disponibilidade de matéria seca (P<0,05). Houve aumento de consumo de matéria seca total e de matéria orgânica total, com a suplementação (P<0,05). A suplementação reduziu o tempo de ruminação, o pH ruminal, a relação acético: propiônico e elevou a concentração molar de ácido propiônico no fluido ruminal (P<0,05). Animais manejados no menor residuo de MSV pos pastejo,apresentaram maior concentração total de ácidos graxos voláteis (P<0,05). Não foram observados efeitos significativos da disponibilidade de forragem sobre a digestibilidade dos nutrientes (P< 0,05), à exceção da PB. O uso de milho moído grosso elevou a digestibilidade da porção fibta, enquanto que o milho floculado, estimulou a digestibilidade do amido (P<0,05). A suplementação e a disponibilidade de forragem não alteraram o NDT e os parâmetros de ) degradabilidade ruminal da matéria seca (P<0,05). Os parâmetros de degradabilidade das frações FDN e FDA não foram alterados pela suplementação (P<0,05). O resíduo de matéria seca verde pós pastejo influenciou a fração insolúvel e potencialmente degradável da FDN e FDA, que foram superiores para o R1 (P<0,05); e ataxa fracional de degradação da FDN que foi inferior para o R1 (P<0,05). A degradabilidade potencial da FDA foi superior para o R1 (P<0,05). A disponibilidade de forragem, vinculada ao maior resíduo pós pastejo, exerceu influência mais acentuada do que a suplementação sobre os parâmetros avaliados
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 10.04.2002

  • Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    ESABC10500022412t636.2085 M296c ex.2 79251
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      MANZANO, Ricardo Pereira; NUSSIO, Luiz Gustavo. Consumo, parâmetros digestivos e comportamento de bovinos de corte em pastejo de capim Tanzânia (Panicum maximum Jacq. cv. Tanzânia) suplementados com fontes de energia ou de proteína. 2002.Universidade de São Paulo, Piracicaba, 2002.
    • APA

      Manzano, R. P., & Nussio, L. G. (2002). Consumo, parâmetros digestivos e comportamento de bovinos de corte em pastejo de capim Tanzânia (Panicum maximum Jacq. cv. Tanzânia) suplementados com fontes de energia ou de proteína. Universidade de São Paulo, Piracicaba.
    • NLM

      Manzano RP, Nussio LG. Consumo, parâmetros digestivos e comportamento de bovinos de corte em pastejo de capim Tanzânia (Panicum maximum Jacq. cv. Tanzânia) suplementados com fontes de energia ou de proteína. 2002 ;
    • Vancouver

      Manzano RP, Nussio LG. Consumo, parâmetros digestivos e comportamento de bovinos de corte em pastejo de capim Tanzânia (Panicum maximum Jacq. cv. Tanzânia) suplementados com fontes de energia ou de proteína. 2002 ;