Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Consumo de leite de vaca e anemia na infância no município de São Paulo (2002)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: COSTA, RENATA BERTAZZI LEVY - FSP
  • USP Schools: FSP
  • Sigla do Departamento: HNT
  • Subjects: CONSUMO DE ALIMENTOS; SUBSTITUTOS DO LEITE HUMANO; NUTRIÇÃO DA CRIANÇA; ANEMIA (EPIDEMIOLOGIA); PREVALÊNCIA
  • Language: Português
  • Abstract: Objetivo: Avaliar a relação entre teor de leite de vaca na dieta e ocorrência de anemia na infância no Município de São Paulo. Métodos: Estudou-se uma amostra probabilística da população de indivíduos residentes no Município de São Paulo com idades entre 6 e 59 meses (n=584) em 1995/96. Amostras de sangue capilar obtida por punctura digital foram coletadas e analisadas com relação à concentração de hemoglobina, adotando-se para o diagnóstico de anemia o nível crítico de 11g/dl. A aplicação de inquéritos alimentares recordatórios de 24 horas permitiu estimar o teor de leite de vaca na dieta infantil, bem como a densidade da dieta em ferro heme e ferro não heme. Análises de regressão foram empregadas no estudo da associação entre, de um lado, teor de leite de vaca na dieta e, de outro, concentração de hemoglobina e risco de anemia, levando em conta um amplo leque de possíveis variáveis de confusão (idade, gênero, peso ao nascer, parasitas intestinais, renda familiar e escolaridade materna). Resultados: A prevalência de anemia encontrada foi de 45,2 por cento, sendo de 66,3 por cento para crianças com idade entre 6 e 23 meses e de 34,0 por cento para as crianças com idade entre 24 e 59 meses. A contribuição do leite no valor calórico total da dieta foi de 22,0 por cento para o conjunto das crianças e de 28,6 por cento e 18,5 por cento para as faixas etárias entre 6 e 23 e entre 24 e 59 meses, respectivamente. O aumento na participação do leite na dietaassociou-se significativamente à diminuição da concentração de hemoglobina e também ao aumento do risco de anemia. A associação inversa com a concentração de hemoglobina, no caso das crianças mais novas, e a associação direta com o risco de anemia, no caso do conjunto das crianças estudadas, mostraram-se significativas mesmo após o controle da densidade da dieta em ferro heme e ferro não heme, evidenciando, assim, um provável efeito inibidor do leite sobre a ) concentração de hemoglobina e sobre o risco de anemia na infância e considera a implicação desse fato para formulação de intervenções efetivas para controlar a anemia na infância em realidades urbanas semelhantes à cidade de São Paulo
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 04.04.2002

  • Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    FSP11800028880614.59152 23
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      LEVY-COSTA, Renata Bertazzi; MONTEIRO, Carlos Augusto. Consumo de leite de vaca e anemia na infância no município de São Paulo. 2002.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2002.
    • APA

      Levy-Costa, R. B., & Monteiro, C. A. (2002). Consumo de leite de vaca e anemia na infância no município de São Paulo. Universidade de São Paulo, São Paulo.
    • NLM

      Levy-Costa RB, Monteiro CA. Consumo de leite de vaca e anemia na infância no município de São Paulo. 2002 ;
    • Vancouver

      Levy-Costa RB, Monteiro CA. Consumo de leite de vaca e anemia na infância no município de São Paulo. 2002 ;