Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Avaliação de características tecnológicas de madeira para serraria em progênes de polinização aberta de eucalipto e implicações para o melhoramento genético (2002)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: SANTOS, PAULO EDUARDO TELLES DOS - ESALQ
  • USP Schools: ESALQ
  • Sigla do Departamento: LGN
  • Subjects: EUCALIPTO; MELHORAMENTO GENÉTICO VEGETAL; SERRARIAS; TECNOLOGIA DA MADEIRA
  • Language: Português
  • Abstract: Foram avaliadas 41 progênies de polinização aberta de Eucalyptus grandis procedência Luís Antônio (ex-Atherton, Austrália), em dois experimentos instalados na área experimental da empresa Votorantim Celulose e Papel, em Altinópolis-SP. Um dos experimentos era constituído de 20 progênies e outro de 21 progênies, ambos no delineamento em blocos ao acaso com 3 repetições e parcelas lineares de 6 plantas. A avaliação experimental foi realizada no ano 2000, à idade de 8 anos. Para isso foram escolhidas 2 árvores de cada parcela, caracterizadas por uma maior aptidão visual para serraria. No total foram avaliadas 242 árvores, 299 toras e 1.200 tábuas. De cada árvore foram retirados 3 discos de madeira, um em cada posição (base, meio e topo) a intervalos aproximados de 2,60m, para determinação da densidade básica e da umidade natural. As toras foram avaliadas quanto ao volume sem casca, excentricidade, teor de casca, rachaduras de extremidades e relação alburno/cerne. Posteriormente, as toras foram convertidas em tábuas na serraria industrial da empresa Eucatex S/A Indústria e Comércio, em Salto-SP, sendo o desdobro primário efetuado em serra de fita dupla e o secundário em serra múltipla circular. As tábuas foram avaliadas na condição verde quanto aos empenamentos e, nas condições verde e seca (12% de umidade), quanto às rachaduras de extremidades. As propriedades físico-mecânicas foram avaliadas na condição seca em corpos-de-prova oriundos da tábua maisexterna. Os caracteres avaliados foram: massa específica, compressão paralela, cisalhamento paralelo e flexão estática. Os dados experimentais foram submetidos a análises estatístico-genéticas, como uso do programa estatístico SAS®, aplicando-se o método da máxima verossimilhança restrita (REML) para a estimação dos componentes de variância. Foram detectadas diferenças estatísticas significativas para os caracteres densidade básica, rachaduras de tora, relação ) alburno/cerne, encurvamento, massa específica, compressão paralela e flexão estática, os quais mostraram ser promissores para o melhoramento, com herdabilidades entre médias de progênies de 0,34; 0,31; 0,39; 0,39; 0,61; 0,57 e 0,50, respectivamente. Para os caracteres umidade natural, rachaduras de tábuas, volume de tora sem casca, excentricidade de tora, teor de casca, arqueamento e cisalhamento paralelo não foi detectada a ocorrência de variação genética. Detectou-se também a existência de correlações genéticas de magnitudes medianas a altas entre as propriedades físico-mecânicas e entre os caracteres densidade básica e rachaduras de tora, densidade básica e encurvamento, massa específica e encurvamento, relação alburno/cerne e encurvamento, volume de tora e encurvamento, volume de tora e rachaduras de tora. As estimativas dos ganhos esperados com a seleção entre médias de progênies, numa intensidade de 20%, indicaram a possibilidade de ganhos para os caracteres volume de tora (0,59%),densidade básica (- 2,15%), rachaduras de tora (- 7,69%) e encurvamento (- 2,65%), considerando que para os três últimos a seleção é para a redução das médias. Verificou-se também que um índice de seleção composto por esses quatro caracteres pode proporcionar ganhos de mesma magnitude daqueles que seriam obtidos individualmente para os três últimos caracteres. Quanto aos aspectos tecnológicos, as seguintes constatações foram observadas: a) o padrão de variação da densidade básica foi de um grande decréscimo inicial seguido de um pequeno aumento e, no caso da umidade natural, de um contínuo decréscimo; b) os caracteres teor de casca, relação alburno/cerne, encurvamento e rachaduras de extremidades de tora e de tábuas foram bastante influenciados pela posição de amostragem na árvore; c) um comportamento semelhante entre as primeiras e as segundas toras em relação às rachaduras e ao arqueamento da madeira serrada ) produzida
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 08.05.2002
  • Acesso online ao documento

    Online access or search this record in

    Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    ESABC10500022583t634.9734 S237a ex.2 79382
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      SANTOS, Paulo Eduardo Telles dos; GERALDI, Isaias Olívio. Avaliação de características tecnológicas de madeira para serraria em progênes de polinização aberta de eucalipto e implicações para o melhoramento genético. 2002.Universidade de São Paulo, Piracicaba, 2002. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11137/tde-16082002-153629/ >.
    • APA

      Santos, P. E. T. dos, & Geraldi, I. O. (2002). Avaliação de características tecnológicas de madeira para serraria em progênes de polinização aberta de eucalipto e implicações para o melhoramento genético. Universidade de São Paulo, Piracicaba. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11137/tde-16082002-153629/
    • NLM

      Santos PET dos, Geraldi IO. Avaliação de características tecnológicas de madeira para serraria em progênes de polinização aberta de eucalipto e implicações para o melhoramento genético [Internet]. 2002 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11137/tde-16082002-153629/
    • Vancouver

      Santos PET dos, Geraldi IO. Avaliação de características tecnológicas de madeira para serraria em progênes de polinização aberta de eucalipto e implicações para o melhoramento genético [Internet]. 2002 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11137/tde-16082002-153629/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: