Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Caracterização florística, estrutural e da dinâmica da regeneração de espécies nativas em um povoamento comercial de Eucalyptus grandis em Itatinga, SP (2002)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: CARNEIRO, PAULO HENRIQUE MAROSTEGAN E - ESALQ
  • USP Schools: ESALQ
  • Sigla do Departamento: LCB
  • Subjects: COMUNIDADES VEGETAIS; EUCALIPTO; FLORA; FLORESTAS
  • Language: Português
  • Abstract: Os objetivos deste trabalho foram analisar a composição florística, a estrutura, alguns aspectos da dinâmica da regeneração de espécies nativas no sub-bosque de povoamentos comerciais de Eucalyptus spp e estudar o impacto que algumas práticas silviculturais (desbaste e corte raso) sobre a regeneração. Para isso, foram locadas 17 parcelas (0,68 ha de área amostral) em um talhão de Eucalyptus grandis (Talhão 48), na Fazenda São José do Bromado, coordenadas geográficas '23 GRAUS'13'30"S e '48 GRAUS'34'07"W, município de Itatinga - SP. Na avaliação da composição e estrutura da regeneração, realizada 30 meses após o corte da primeira rotação do povoamento de eucalipto, foram plaqueados e identificados todos os indivíduos arbóreos ou arbustivos com altura superior a 1,5 m. O estudo da evolução temporal da regeneração foi realizado em 2 avaliações, 30 e 45 meses após a exploração do povoamento de eucalipto, utilizando o mesmo método de análise, sendo considerado morto o indivíduo amostrado nos levantamento anterior e não localizado na avaliação seguinte. Após a segunda avaliação as parcelas foram divididas em tres tratamentos, sendo; Tratamento 1 - testemunha (área amostral de 0,2 ha), no qual o povoamento de eucalipto foi mantido. Tratamento 2 (área amostral de 0,24 ha) no qual foi realizado o desbaste de 50% do povoamento de eucalipto e tratamento 3 (área amostral de 0,24 ha) no qual foi realizado o corte raso do eucalipto. Após a implantação dos tratamentos (46meses após a exploração do povoamento) foram realizadas duas avaliações, a primeira 54 meses e a segunda 61 meses após a exploração da primeira rotação do povoamento de E. grandis. Foram amostrados 1900 indivíduos (104 espécies e 38 famílias) na primeira avaliação. A família de maior riqueza florística foi Myrtaceae seguida de Asteraceae, Fabaceae e Solanaceae, sendo esta última a que apresentou a maior densidade de indivíduos. ) As espécies de maior densidade relativa foram Solanum variabile e Matayba elaeagnoides. 76,66% dos indivíduos amostrados pertenciam a famílias que apresentaram padrão de distribuição espacial agregado. Na avaliação da dinâmica da regeneração, constatou-se que o recrutamento de novos indivíduos no sub-bosque do eucalipto no período de 30-45 meses da exploração comercial se concentrou nos grupos de espécies secundárias iniciais, secundárias tardias e espécies típicas da condição de sub-bosque. Enquanto a mortalidade se concentrou nos indivíduos pertencentes ao grupo das espécies pioneiras e das espécies não classificadas sucessionalmente. No período o índice para diversidade de Shannon (H'), apresentou crescimento de 3,48 para 3,573, e a equabilidade (J'), crescimento de 0,751 para 0,762, mostrando que houve ganho em relação à diversidade de espécies na área. No estudo do impacto que diferentes praticas silviculturais impõem a regeneração, o tratamento 1 - testemunha foi o que apresentou as menores taxas de mortalidade e o maioringresso de espécies no período analisado. As operações de corte e remoção causaram grande impacto nos tratamentos 2 - desbaste de 50% do povoamento de E. grandis e tratamento 3 - corte raso, aumentando a taxa de mportalidade e diminuindo a taxa de recrutamento de indivíduos na regeneração. O tratamento 2 foi o único a apresentar ganhos em diversidade (H') em todos os levantamentos
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 25.04.2002
  • Acesso online ao documento

    Online access or search this record in

    Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    ESABC10500022566t634.9734 C289c ex.2 79388
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      CARNEIRO, Paulo Henrique Marostegan e; RODRIGUES, Ricardo Ribeiro. Caracterização florística, estrutural e da dinâmica da regeneração de espécies nativas em um povoamento comercial de Eucalyptus grandis em Itatinga, SP. 2002.Universidade de São Paulo, Piracicaba, 2002. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11142/tde-22082002-152108/ >.
    • APA

      Carneiro, P. H. M. e, & Rodrigues, R. R. (2002). Caracterização florística, estrutural e da dinâmica da regeneração de espécies nativas em um povoamento comercial de Eucalyptus grandis em Itatinga, SP. Universidade de São Paulo, Piracicaba. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11142/tde-22082002-152108/
    • NLM

      Carneiro PHM e, Rodrigues RR. Caracterização florística, estrutural e da dinâmica da regeneração de espécies nativas em um povoamento comercial de Eucalyptus grandis em Itatinga, SP [Internet]. 2002 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11142/tde-22082002-152108/
    • Vancouver

      Carneiro PHM e, Rodrigues RR. Caracterização florística, estrutural e da dinâmica da regeneração de espécies nativas em um povoamento comercial de Eucalyptus grandis em Itatinga, SP [Internet]. 2002 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11142/tde-22082002-152108/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: