Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Fatores de risco para as doenças cardiovasculares em trabalhadores de uma destilaria do interior paulista (2001)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: SIMAO, MANUEL - EERP
  • USP Schools: EERP
  • Sigla do Departamento: ERG
  • Subjects: DOENÇAS CARDIOVASCULARES; TRABALHADORES; HIPERTENSÃO
  • Language: Português
  • Abstract: Desenvolvemos estudo entre trabalhadores de uma destilaria do interior paulista com o objetivo de identificar o perfil de trabalhadores do sexo masculino quanto aos fatores de risco cardiovasculares. O referencial teórico foi o Modelo de "Campo de Saúde" que compõe os elementos de biologia humana, meio ambiente, estilo de vida e organização dos serviços de saúde. A população estudada constituiu-se de 123 trabalhadores, com idade entre 18 e 71 anos, que desenvolviam atividades no setor da indústria. Os dados foram obtidos através de entrevista individual feita pelo pesquisador na própria destilaria onde os mesmos atuavam. Ao término de cada entrevista procedeu-se a verificação da pressão arterial pelo método indireto, em seguida o exame antropométrico que constituiu-se da medida de peso e altura. Os níveis tensionais foram obtidos através de duas medidas com utilização do aparelho oscilométrico da marca Dixtal (modo automático) e manguitos de bolsa de borracha compatíveis com a circunferência braquial do indivíduo. Com relação a biologia humana, 10,6% dos trabalhadores apresentou obesidade grau I, 17% obesidade grau II; em 11,4% dos indivíduos identificamos valores de pressão arterial sistólica '> OU =' 140 mmHg e em 12,2% com pressão arterial diastólica '> OU =' 90 mmHg; quanto aos antecedentes familiares, 32,5% referiram história familiar positiva de doença hipertensiva, 26,0% de acidente vascular cerebral e 27,6% de diabetes melitus. Quanto ao meio ambiente,60,2% possuíam o 1° grau incompleto, 49,6% eram casados e 97,6% tinham o único emprego. No tocante ao estilo de vida, 40,7% referiram realizar algum tipo de atividade física, 16,3% eram fumantes, 65,9% indicaram o consumo de bebida alcoólica e 49,6% referiram ingerir alimentos preparados com muito sal. Em relação ao atendimento de saúde todos trabalhadores participantes no estudo possuíam convênio médico, além daquele oferecido pela ) própria empresa. Os dados revelam existência de hábitos autocriados que podem ser modificados e que se constituem em fatores de risco cardiovascular; realçamos a necessidade de promoção de ações educativas visando à prevenção dessas doenças
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 20.12.2001
  • Acesso online ao documento

    Online access or search this record in

    Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    EE10200006348T2094
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      SIMÃO, Manuel; NOGUEIRA, Maria Suely. Fatores de risco para as doenças cardiovasculares em trabalhadores de uma destilaria do interior paulista. 2001.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2001. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/22/22132/tde-15032004-094005/ >.
    • APA

      Simão, M., & Nogueira, M. S. (2001). Fatores de risco para as doenças cardiovasculares em trabalhadores de uma destilaria do interior paulista. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/22/22132/tde-15032004-094005/
    • NLM

      Simão M, Nogueira MS. Fatores de risco para as doenças cardiovasculares em trabalhadores de uma destilaria do interior paulista [Internet]. 2001 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/22/22132/tde-15032004-094005/
    • Vancouver

      Simão M, Nogueira MS. Fatores de risco para as doenças cardiovasculares em trabalhadores de uma destilaria do interior paulista [Internet]. 2001 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/22/22132/tde-15032004-094005/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: