Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Aspectos ecológicos e genéticos de uma população natural de Euterpe oleracea Mart. no estuário amazônico (2002)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: SOUZA, PATRÍCIA CRISTINA AMORIM DE - ESALQ
  • USP Schools: ESALQ
  • Sigla do Departamento: LCF
  • Subjects: ECOLOGIA FLORESTAL; GENÉTICA DE POPULAÇÕES; MANEJO FLORESTAL; VARIAÇÃO GENÉTICA EM PLANTAS
  • Language: Português
  • Abstract: Este estudo teve como principal objetivo conhecer a ecologia e genética de uma população natural de Euterpe oleracea Mart. (açaizeiro), visando gerar informações que possibilitem definir parâmetros e critérios para subsidiar planos de manejo florestal sustentável de açaizais. O conhecimento ecológico-genético das espécies arbóreas nativas tem grande importância para o uso dos recursos florestais e a manutenção da biodiversidade da floresta tropical. O açaizeiro é uma espécie clímax abundante no sub-dossel das florestas de várzea, encontrada em todo o estuário amazônico, apresenta alta importância econômica em função da viabilidade de exploração contínua, através do manejo adequado de seus perfilhos. Nesse contexto, torna-se fundamental o estudo da estrutura populacional, diversidade genética e fluxo gênico desta espécie, o qual poderá ser modelo para outras espécies similares da Floresta Tropical. Foi implantada uma parcela amostral de 1 ha, em uma população representativa da espécie no Município de Melgaço-PA; os parâmetros genéticos populacionais foram estudados com o auxílio de cinco loci microssatélites. A população de E. oleracea apresentou uma estrutura de tamanho do tipo J invertido, os estádios ontogenéticos caracterizados para plantas e touceiras (Plântula, Jovem, Imaturo I, Imaturo II e Adulto) apresentaram um padrão de distribuição aleatório, com exceção das Plântulas que apresentou um padrão agrupado.) A diversidade alélica média(He) e a heterozigosidade observada (Ho) apresentaram valores elevados para adultos 0,839 e 0,709, respectivamente. As plântulas também apresentaram valores elevados, 0,844 e 0,822, respectivamente. A caracterização da taxa de cruzamento (tm = 1) para a população estudada indica a alogamia como mecanismo básico de reprodução da espécie, com elevada probabilidade de gerarem irmãos germanos dentro de famílias de polinização aberta (rp de 0,594). Entretanto, a diferença entre a taxa de cruzamento multiloci e unilocus (tm-ts igual a 0,129) também mostram cruzamento entre indivíduos aparentados. À distância do fluxo gênico direto variou de 6,20m a 76,78m. Portanto, como apenas 9,8% das progênies tiveram seus possíveis pais determinados, podemos considerar a existência de fecundação por pólen de indivíduos não amostrados e admitir que o fluxo gênico via pólen seja mais amplo do que foi detectado neste estudo. Com base nestes resultados é possível que sejam direcionadas práticas de manejo para o açaizeiro, que visem a conservação e utilização dos recursos genéticos da espécie de forma sustentável
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 07.06.2002

  • Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    ESABC10500022839t633.851 S729a ex.2 79661
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      SOUZA, Patrícia Cristina Amorim de; KAGEYAMA, Paulo Yoshio. Aspectos ecológicos e genéticos de uma população natural de Euterpe oleracea Mart. no estuário amazônico. 2002.Universidade de São Paulo, Piracicaba, 2002.
    • APA

      Souza, P. C. A. de, & Kageyama, P. Y. (2002). Aspectos ecológicos e genéticos de uma população natural de Euterpe oleracea Mart. no estuário amazônico. Universidade de São Paulo, Piracicaba.
    • NLM

      Souza PCA de, Kageyama PY. Aspectos ecológicos e genéticos de uma população natural de Euterpe oleracea Mart. no estuário amazônico. 2002 ;
    • Vancouver

      Souza PCA de, Kageyama PY. Aspectos ecológicos e genéticos de uma população natural de Euterpe oleracea Mart. no estuário amazônico. 2002 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: