Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Indicadores de qualidade estrutural e trafegabilidade de latossolos e argissolos vermelhos (2002)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: IMHOFF, SILVIA DEL CARMEN - ESALQ
  • USP Schools: ESALQ
  • Sigla do Departamento: LSN
  • Subjects: COMPACTAÇÃO DOS SOLOS; COMPRESSIBILIDADE DOS SOLOS; FÍSICA DO SOLO; LATOSSOLO; PODZÓLICO; RESISTÊNCIA DOS SOLOS
  • Language: Português
  • Abstract: O solo, além de ser um dos recursos básicos dos ecossistemas naturais e agropecuários, é considerado um recurso finito, frágil e não renovável, razão pela qual a manutenção de sua qualidade tem adquirido grande relevância nas últimas décadas. Diversos indicadores de qualidade física do solo foram avaliados em solos de clima temperado no intuito de desenvolver normas de preparo e trafegabilidade que permitam definir as práticas de manejo mais adequadas e o momento mais oportuno para efetuá-las visando conservar o recurso solo. Entretanto, é escassa a informação para solos desenvolvidos sob a influência do clima tropical. Nesse contexto, o objetivo geral desta pesquisa foi avaliar, quantitativamente, diversos indicadores de qualidade física do solo direta e indiretamente relacionados à produtividade das culturas, e desenvolver funções de pedotransferência que permitam estimar esses indicadores a partir de atributos físicos facilmente mensuráveis, para Latossolos e Argissolos Vermelhos. Os objetivos específicos foram: 1) avaliar os indicadores da condição estrutural do solo "resistência tênsil dos agregados" e "friabilidade" e, determinar a influência de atributos físicos intrínsecos nesses indicadores; 2) quantificar os indicadores de trafegabilidade "susceptibilidade à compactação", "pressão de preconsolidação" e "compressibilidade" e, determinar a influência da umidade, matéria orgânica, textura e estrutura nesses indicadores; 3) avaliar o indicadorde qualidade estrutural "intervalo hídrico ótimo" e o indicador de trafegabilidade "pressão de preconsolidação", relacioná-los e determinar valores de pressões críticas que podem ser aplicados ao solo sem induzir condições restritivas ao crescimento das plantas e compactação adicional do solo; e 4) desenvolver funções de pedotransferência que permitam estimar os indicadores avaliados a partir de atributos do solo facilmente mensuráveis. ) Os resultados referentes ao objetivo 1 indicaram que a resistência tênsil dos agregados foi positivamente relacionada com os teores de silte 'mais' argila e matéria orgânica, e que os óxidos de Fe pouco cristalinos foram os constituintes da fração silte 'mais' argila que mais influenciaram a resistência dos agregados. Os solos estudados foram muito friáveis, estando a friabilidade relacionada positivamente com o teor de óxidos de Fe cristalinos. Os resultados referentes ao objetivo 2 mostraram que o índice de compressão foi significativamente relacionado com a textura (teor de argila) e estrutura (densidade do solo). A pressão de preconsolidação foi significativamente relacionada com a umidade, densidade do solo e o teor de argila. A compressibilidade do solo foi dependente da densidade do solo. Os resultados referentes ao objetivo 3 indicaram que o intervalo hídrico ótimo e a pressão de preconsolidação foram relacionados com a densidade do solo e a umidade. A partir do intervalo hídrico ótimo foi obtida adensidade do solo crítica para o crescimento das plantas, que foi utilizada para a quantificação de pressões críticas. A pressão crítica para o desenvolvimento das plantas foi negativa e linearmente relacionada com o incremento da umidade. No que se refere ao objetivo 4, foram geradas funções de pedotransferência que permitem estimar os indicadores avaliados a partir de atributos do solo facilmente mensuráveis
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 05.07.2002
  • Acesso online ao documento

    Online access or search this record in

    Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    ESABC10500022931t631.44 I32i ex.2 79780
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      IMHOFF, Silva Del Carmen; SILVA, Álvaro Pires da. Indicadores de qualidade estrutural e trafegabilidade de latossolos e argissolos vermelhos. 2002.Universidade de São Paulo, Piracicaba, 2002. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11140/tde-11092002-094725/ >.
    • APA

      Imhoff, S. D. C., & Silva, Á. P. da. (2002). Indicadores de qualidade estrutural e trafegabilidade de latossolos e argissolos vermelhos. Universidade de São Paulo, Piracicaba. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11140/tde-11092002-094725/
    • NLM

      Imhoff SDC, Silva ÁP da. Indicadores de qualidade estrutural e trafegabilidade de latossolos e argissolos vermelhos [Internet]. 2002 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11140/tde-11092002-094725/
    • Vancouver

      Imhoff SDC, Silva ÁP da. Indicadores de qualidade estrutural e trafegabilidade de latossolos e argissolos vermelhos [Internet]. 2002 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11140/tde-11092002-094725/