Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Caracteristicas qualitativas do musculo Longissimus dorsi de animais Bos indica tratados com vitamina 'D IND. 3' (2002)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: PEDREIRA, APARECIDA CARLA DE MOURA SILVEIRA - ESALQ
  • USP Schools: ESALQ
  • Sigla do Departamento: LPA
  • Subjects: GADO ZEBU; SUPLEMENTOS VITAMÍNICOS PARA ANIMAIS
  • Language: Português
  • Abstract: Muitas são as tecnicas empregadas para se amaciar a carne. Entre as mais recentes está o uso de vitamina D3, que tem importância na mobilização do calcio, e é importante na ativação das proteases calcio-dependentes ('mü' e m-calpaina). Neste estudo, 36 machos inteiros (Nelore) foram suplementados por via oral com 4 niveis de vitamina (0, 3, 6 e 9 milhões de UI de vitamina D3/animal/dia) por um periodo de dez dias antes do abate. Após esse periodo de suplementação, os animais foram abatidos e o amaciamento e perdas por cozimento (aos dias 1, 8 e 15 dias de maturação), analise sensorial, pH, area do olho do lombo, espessura de gordura, rendimentos de carcaça, concentraçãp de minerais no plasma (cálcio, magnésio, fósforo, sódio e potássio) e de cálcio no musculo Longissimus dorsi foram estudados. Os resultados mostraram que, não houveram diferenças significativas (P>0,05) para as principais caracteristicas da carcaça, glicose plasmatica, concentração de minerais no plasma e musculo, perdas por evaporação e suculência estimada pela analise sensorial. Houve efeito das doses de vitamina D3 e tempo de maturação (P<0,05), sobre as perdas por gotejamento, perdas totais por cozimento, força de cisalhamento e maciez, sabor e avaliação sensorial. Para as perdas por gotejamento e perdas totais, as memores perdas foram aquelas para a dose 6x106 UI/an/dia. Para a força de cisalhamento (FC) a dose 0x106 UI/an/dia resultou na menor FC encnotrada e em relação ao tempo dematuração foi encontrada uma tendencia de redução, onde quanto maior o tempo de maturação, menor a força de cisalhamento encontrada. Para as caracteristicas estudadas na analise sensorial, a dose 3x106 UI/an/dia afetou positivamente as caracteristicas de maciez, sabor e avaliação geral
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 08.08.2002
  • Acesso online ao documento

    Online access or search this record in

    Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    ESABC10500023869t636.291 P371c ex.2 79896
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      PEDREIRA, Aparecida Carla de Moura Silveira; DA SILVA, Sila Carneiro; LUCHIARI FILHO, Albino. Caracteristicas qualitativas do musculo Longissimus dorsi de animais Bos indica tratados com vitamina 'D IND. 3'. 2002.Universidade de São Paulo, Piracicaba, 2002. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11139/tde-04112002-163628/ >.
    • APA

      Pedreira, A. C. de M. S., Da Silva, S. C., & Luchiari Filho, A. (2002). Caracteristicas qualitativas do musculo Longissimus dorsi de animais Bos indica tratados com vitamina 'D IND. 3'. Universidade de São Paulo, Piracicaba. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11139/tde-04112002-163628/
    • NLM

      Pedreira AC de MS, Da Silva SC, Luchiari Filho A. Caracteristicas qualitativas do musculo Longissimus dorsi de animais Bos indica tratados com vitamina 'D IND. 3' [Internet]. 2002 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11139/tde-04112002-163628/
    • Vancouver

      Pedreira AC de MS, Da Silva SC, Luchiari Filho A. Caracteristicas qualitativas do musculo Longissimus dorsi de animais Bos indica tratados com vitamina 'D IND. 3' [Internet]. 2002 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11139/tde-04112002-163628/