Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Procedimentos para desenvolver consciência fonológica e ensinar correspondências grafo-fonêmicas em educandos com e sem distúrbios de fala (2002)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: SILVEIRA, FERNANDA BRUNO DA - IP
  • USP Schools: IP
  • Sigla do Departamento: PSE
  • Subjects: LEITURA; ESCRITA; ALFABETIZAÇÃO; DISTÚRBIOS DA FALA
  • Language: Português
  • Abstract: A dissertação abordou alguns dos aspectos relacionados a aquisição de leitura e escrita em crianças, a partir do referencial teórico da abordagem de processamento de informação da psicologia cognitiva. Foram abordadas as habilidades necessárias para o sucesso na alfabetização, e como estudos em todo o mundo têm buscado desenvolver tais habilidades em crianças, de modo a prevenir e intervir em problemas de leitura e escrita. Apesar das fortes evidências sobre a importância de instruções metafonológicas e do ensino das correspondências grafo-fonêmicas para a aquisição de leitura e de escrita, na prática cotidiana escolar prevalece o ensino de leitura e escrita por uma abordagem global, com pouca ênfase as instruções fônicas. Diante desta realidade, um dos objetivos desta dissertação foi capacitar os professores para o uso efetivo de instruções fônicas em suas práticas escolares. Para tanto, no Estudo I foi elaborado um manual com atividades para o desenvolvimento da consciência fonológica e o ensino das correspondências grafo-fonêmicas. No Estudo 2, este manual foi introduzido em escolas de ensino fundamental e foram analisados os desempenhos de crianças que participavam de diferentes programas de alfabetização. O objetivo foi verificar os possíveis ganhos nos desempenhos das crianças expostas a atividades de consciência fonológica e de ensino das correspondências grafo-fonêmicas, quando comparadas a crianças cujas atividades eram principalmente baseadas em textos. Osresultados mostraram que as classes expostas as instruções fônicas tiveram desempenhos superiores aquelas que dedicavam pouco tempo a tais instruções. Análises comparativas mostraram que, quanto maior o tempo dedicado ao ensino de sons das letras, tanto melhores os desempenhos em testes de leitura. Finalmente, o Estudo 3 investigou as relações entre consciência fonológica, leitura e escrita numa mulher disártica com paralisia cerebral que não possui a experiência de articulação dos fonemas. Os resultados mostraram que, também neste sujeito, a consciência fonológica está relacionada à aquisição da linguagem escrita, e que procedimentos para desenvolver consciência fonológica e ensinar correspondências grafo-fonêmicas podem melhorar os desempenhos em leitura e escrita
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 23.01.2002

  • Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    IP12300011281T RJ496.S7 S587p e.2
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      SILVEIRA, Fernanda Bruno da; CAPOVILLA, Fernando César. Procedimentos para desenvolver consciência fonológica e ensinar correspondências grafo-fonêmicas em educandos com e sem distúrbios de fala. 2002.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2002.
    • APA

      Silveira, F. B. da, & Capovilla, F. C. (2002). Procedimentos para desenvolver consciência fonológica e ensinar correspondências grafo-fonêmicas em educandos com e sem distúrbios de fala. Universidade de São Paulo, São Paulo.
    • NLM

      Silveira FB da, Capovilla FC. Procedimentos para desenvolver consciência fonológica e ensinar correspondências grafo-fonêmicas em educandos com e sem distúrbios de fala. 2002 ;
    • Vancouver

      Silveira FB da, Capovilla FC. Procedimentos para desenvolver consciência fonológica e ensinar correspondências grafo-fonêmicas em educandos com e sem distúrbios de fala. 2002 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: