Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Prevalência de anemia em crianças e fatores de risco associados (2002)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: MONTERO, ROSALI MARIA JULIANO MARCONDES - EE
  • USP Schools: EE
  • Sigla do Departamento: ENS
  • Subjects: ANEMIA FERROPRIVA; CRIANÇAS; RISCO (FATORES)
  • Language: Português
  • Abstract: Anemia, especialmente, anemia por deficiência de ferro é o problema nutricional mais comum. A prevalência de anemia entre gestantes, lactentes e crianças com menos de 2 anos é superior a 50% nos países pobres. No Brasil a prevalência de anemia em crianças tem aumentado nas últimas três décadas, especialmente entre crianças menores de 2 anos. A anemia na infância tem sido associada com retardo no crescimento e desenvolvimento cognitivo, e com menor resistência às infecções. Quando a anemia afeta a criança nos primeiros anos de vida, seus efeitos podem ser irreversíveis, mesmo com tratamento. O objetivo deste estudo foi investigar a prevalência de anemia em crianças com menos de 2 anos de idade e identificar fatores de risco associados com o aumento da probabilidade da criança tornar-se anêmica. Foi realizado um estudo transversal, de base populacional, em uma amostra representativa de 261 crianças, residentes na área urbana do município de Itupeva, São Paulo, Brasil. Os dados foram coletados através de entrevistas domiciliares (freqüentemente com a mãe) realizadas por enfermeiras e estudantes de enfermagem previamante treinados. Amostra de sangue capilar foi obtida por punctura digital, da ponta do dedo das crianças. A hemoglobina (Hb) foi determinada em hemoglobinômetro portátil (Hemocue). O critério da Organização Mundial de Saúde (Hb < 11,0g/dl) foi utilizado para definir anemia. O peso corporal foi verificado utilizando-se balança antropométrica digital e amedida da estatura foi obtida com a utilização de antropômetro de madeira. Os dados coletados incluíram variáveis relacionadas às características familiares, maternas e infantis. A análise multivariada foi processada para identificar as variáveis associadas à anemia. A prevalência de anemia foi de 41,6%. As variáveis associadas à anemia na análise bivariada foram: propriedade do domicílio, banheiro exclusivo da família ) escolaridade da mãe, tempo de residência do chefe da família no município, número de pessoas e número de crianças menores de cinco anos na família, local de realização do pré-natal e do parto, número de consultas pré-natais, número de filhos, problema de saúde durante a gestação, idade da criança, estado nutricional e hospitalização prévia. Após a análise de regressão logística, as variáveis que permaneceram associadas com a anemia foram: propriedade do domicílio, escolaridade da mãe, tempo de residência do chefe da família no município, número de consultas pré-natais, número de filhos, problema de saúde na gestação, idade da criança e hospitalização prévia. Este estudo mostrou elevada prevalência de anemia entre as crianças residentes em Itupeva. Todos os profissionais de saúde, incluindo médicos de família e enfermeiras de saúde pública devem estar atentos para esta deficiência nutricional. Medidas de promoção e prevenção devem ser desenvolvidas durante a assistência pré-natal e na assistência à criança
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 07.06.2002

  • Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    EE10200006437T2181
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      MONTERO, Rosali Maria Juliano Marcondes; FUJIMORI, Elizabeth. Prevalência de anemia em crianças e fatores de risco associados. 2002.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2002.
    • APA

      Montero, R. M. J. M., & Fujimori, E. (2002). Prevalência de anemia em crianças e fatores de risco associados. Universidade de São Paulo, São Paulo.
    • NLM

      Montero RMJM, Fujimori E. Prevalência de anemia em crianças e fatores de risco associados. 2002 ;
    • Vancouver

      Montero RMJM, Fujimori E. Prevalência de anemia em crianças e fatores de risco associados. 2002 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: