Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Desenvolvimento do Vale do Tietê-Paraná: um enfoque de estoques de capitais (2002)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: BERNARDES, ELAINE MENDONÇA - ESALQ
  • USP Schools: ESALQ
  • Sigla do Departamento: LES
  • Subjects: CAPITAL HUMANO; CAPITAL SOCIAL; DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO; PROJETOS DE PESQUISA; TIETÊ, RIO; PARANÁ
  • Language: Português
  • Abstract: O propósito geral deste estudo foi identificar quais fatores estariam limitando o desenvolvimento do Vale do Tietê-Paraná. Os planos e projetos enfatizam o estoque de capital físico. Como a ênfase nesse estoque esgotou-se na literatura, as atenções voltaram-se para outras formas de capital. Diante disso, os objetivos específicos foram: (1) avaliar as alternativas propostas para os municípios do Vale do Tietê-Paraná expressas nos projetos e planos para a região; (2) analisar a importância dos estoques de capitais para o desenvolvimento dos municípios paulistas lindeiros aos rios Tietê-Paraná, e (3) verificar possíveis diferenças, entre os fatores determinantes do desenvolvimento, existente entre esses municípios e os outros municípios do Estado. Detectou-se, através do Método da Estrutura Lógica, inconsistência nos planos e projetos existentes para o Vale. Quanto aos estoques de capitais, este estudo utilizou a metodologia dos Componentes Principais para reduzir o número de variáveis levantadas inicialmente para representar os cinco estoques de capitais: natural, físico, financeiro, humano e social. A análise incluiu 625 municípios e criou-se uma variável dummy para diferenciar os lindeiros. Nove fatores são os representativos dos estoques de capitais e foram denominados: capital humano 1 (educação); capital físico; capital social 1 (associativismo); capital humano 2 (saúde); capital financeiro 1 (arrecadação); capital social 2 (desconfiança); capitalnatural 1 (terra); capital financeiro 2; capital natural 2 (depreciação). A percentagem da variância total explicada por cada um dos estoques foi: 19,5 (capital humano); 8,3 (capital social); 6,0 (capital financeiro); 5,9 (capital físico), e 4,8 (capital natural). Tomando-se esses fatores como variáveis explicativas, regressões lineares foram ajustadas. As variáveis dependentes em cada uma das três foram: número de empregados per capita, número de ) estabelecimentos de intermediação financeira per capita e Índice de Desenvolvimento Humano (IDH). Os coeficientes obtidos foram significativos para todos aqueles que entraram na respectiva equação de regressão. O capital natural apresentou o maior coeficiente na regressão para emprego per capita, seguido pelo capital físico, mas a importância de estoque de capital humano é evidenciada pela presença dos dois fatores que o representam. O mesmo ocorreu com o capital financeiro. Esses resultados sugerem que os estoques de capital humano e finaceiro sejam ambos mais relevantes na explicação da variável dependente emprego per capita. Os estabelecimentos de intermediação financeira estão diretamente relacionados aos seguintes fatores: capital financeiro 1, capital humano 2, capital social 1 e capital social 2. Negativamente relaciona-se a: capital natural 2, capital natural 1 e capital humano 1. Os valores negativos encontrados para esses três últimos estoques provavelmente deve-se ao grande número de municípiospouco povoados - geralmente localizados em regiões de solos mais pobres e menor escolaridade da população - com pelo menos uma agência bancária. Todos os coeficientes da regressão para o IDH apresentaram sinais conforme o esperado, e o capital físico não faz parte da solução encontrada. A variável dummy para lindeiros não apareceu em nenhuma das equações. Concluiu-se que não há diferença entre os municípios lindeiros e os outros municípios do estado quanto ao papel dos cinco estoques de capital no desenvolvimento
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 09.09.2002
  • Acesso online ao documento

    Online access or search this record in

    Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    ESABC10500024260t338.9 B522d e.2 79962
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      BERNARDES, Elaine Mendonça; PERES, Fernando Curi. Desenvolvimento do Vale do Tietê-Paraná: um enfoque de estoques de capitais. 2002.Universidade de São Paulo, Piracicaba, 2002. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11132/tde-13112002-143006/ >.
    • APA

      Bernardes, E. M., & Peres, F. C. (2002). Desenvolvimento do Vale do Tietê-Paraná: um enfoque de estoques de capitais. Universidade de São Paulo, Piracicaba. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11132/tde-13112002-143006/
    • NLM

      Bernardes EM, Peres FC. Desenvolvimento do Vale do Tietê-Paraná: um enfoque de estoques de capitais [Internet]. 2002 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11132/tde-13112002-143006/
    • Vancouver

      Bernardes EM, Peres FC. Desenvolvimento do Vale do Tietê-Paraná: um enfoque de estoques de capitais [Internet]. 2002 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11132/tde-13112002-143006/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: