Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

A explicação na interação adulto-criança: um estudo em sala de aula com aprendizes do inglês (2002)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: SILVA, CÉLIA ESTEVES DA - FFLCH
  • USP Schools: FFLCH
  • Sigla do Departamento: FLL
  • Subjects: CRIANÇAS EM IDADE ESCOLAR; APRENDIZAGEM DE LÍNGUA ESTRANGEIRA; LÍNGUA INGLESA (ESTUDO E ENSINO)
  • Language: Português
  • Abstract: O presente trabalho tem por objetivo estudar a explicação produzida por crianças, entre oito e dez anos de idade, falantes do português, que freqüentam o curso Kids, em situação de língua estrangeira, e se insere na perspectiva da análise conversacional tendo como unidade de análise o diálogo. Para Borel (1981a), explicar é antes de tudo, uma atividade do conhecimento e o seu produto é um objeto do pensamento com regras e uma lógica interna próprias. Essa atividade é inseparável da linguagem e, como tal, é uma maneira racional de falar da experiência, do saber, de manipular teses e fatos, de apresentar regras, empregar negações e justificativas, recorrer a inferências, etc. Explicar, também, pressupõe uma troca de perguntas e respostas que ocorrem na comunicação com uma língua e em um ritual de troca e, portanto, envolve interesses que dizem respeito aos participantes da troca e ao assunto em questão. Quando a explicação é em língua estrangeira, a atividade não é apenas de ordem discursiva, textual ou lingüística, mas, essencialmente, ideacional e metalingüística, visto que articula um trabalho cognitivo empreendido pelo aluno e uma busca de compreensão de possíveis re-categorizações e reflexões conceptuais que conduzem à apropriação de uma outra língua. Neste sentido, a intenção é verificar, por um lado, como se dá o processo de construção de sentido em situação de interação e, por outro, captar até que ponto e em que condições o sujeito utiliza suacapacidade para lidar com as constantes atualizações desses mesmos sentidos. Portanto, nossa observação não se restringe unicamente às unidades lingüísticas mas, sobretudo, as modalidades de trocas observadas entre os participantes em diferentes níveis (cognitivo, linguístico, afetivo...). Uma questão que permanece subjacente neste estudo é aquela voltada para a aquisição de língua estrangeira. Como esta questão, dada a natureza de nosso trabalho, não constitui nosso objeto de estudo, estamos privilegiando as atividades reflexivas dos aprendizes de uma dada língua estrangeira - o inglês - e como elas se articulam em função do contexto e da tarefa apresentada. Assim, o presente estudo aponta, primeiramente, para a explicação em sala de aula de língua estrangeira como prática corrente e estritamente associada ao aspecto gramatical, revestindo-se, sobremaneira, de um caráter prescritivo, o que demonstra que o aluno já domina uma dificuldade conceptual, sendo a explicação não mais que um sistema eficiente de rotulação de um conceito já entendido. No entanto, há outras formas de explicação, além daquelas essencialmente gramaticais. Estas formas revelam um esforço do aluno, em conjunto com o outro, em produzir sentido através de atividades como organização e re-organização, seleção, classificação, planejamento e confirmação daquelas informações que ele julga pertinentes. Finalmente, o trabalho com os dados e a tensão entre precisão eacessibilidadede da explicação constituem um caminho no processo de aquisição de uma língua
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 20.08.2002

  • Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    FFLCH21300124605T SILVA, C.E. 2002 v.2
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      SILVA, Célia Esteves da; MELO, Lélia Erbolato. A explicação na interação adulto-criança: um estudo em sala de aula com aprendizes do inglês. 2002.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2002.
    • APA

      Silva, C. E. da, & Melo, L. E. (2002). A explicação na interação adulto-criança: um estudo em sala de aula com aprendizes do inglês. Universidade de São Paulo, São Paulo.
    • NLM

      Silva CE da, Melo LE. A explicação na interação adulto-criança: um estudo em sala de aula com aprendizes do inglês. 2002 ;
    • Vancouver

      Silva CE da, Melo LE. A explicação na interação adulto-criança: um estudo em sala de aula com aprendizes do inglês. 2002 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: