Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Indicadores de Gravidade em Unidade de Terapia Intensiva: estudo comparativo entre o "Therapeutic Scoring System-28" e a sua versão reduzida (2002)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: NOGUEIRA, GISELE PUERTA - EE
  • USP Schools: EE
  • Sigla do Departamento: ENC
  • Subjects: ENFERMAGEM EM UNIDADES DE TERAPIA INTENSIVA
  • Language: Português
  • Abstract: Este estudo teve como propósito avaliar comparativamente o desempenho do TISS-28 e NEMS (Nine Equivalents of Nursing Manpower Score), instrumentos de medida de carga de trabalho e de gravidade indireta de pacientes críticos, nas primeiras e últimas 24 horas de internação dos pacientes na Unidade de Terapia Intensiva. A amostra foi constituída por 86 pacientes, com idade mínima de 18 anos, internados na UTI adulto de um hospital universitário do Município de São Paulo no período de junho, julho e agosto de 2001. Os resultados demonstraram que não houve diferença estatísticamente significativa das variáaveis evolução clínica e sexo (p=0,771), idade (p=0,682) e tempo de permanência (0,297). Observou-se diferença estatisticamente significativa (p=0,004) entre a procedência e a condição de saída da UTI. Pacientes provenientes da Unidade Semi-Intensiva foram os que apresentaram maior proporção de óbitos (55,6%) quando comparados aos da Unidade de Internação (35%), Pronto-Socorro (20,0%) e Centro-Cirúrgico (6,3%). Também, nesses pacientes, os escores do TISS-28 e NEMS, nas primeiras e últimas 24 horas na UTI foram significativamente maiores que os demais pacientes. Verificou-se que a diferença entre a média geral do TISS-28 e NEMS, na admissão, foi 3,2 pontos, enquanto que na alta essa diferença foi de apenas 0,1 ponto. Pacientes que foram a óbito, apresentaram média de TISS-28 e NEMS significamente maiores (p<0,001) aos que tiveram alta, tanto nasprimeiras quanto nas últimas 24 horas de internação na UTI. Todos os escores, ou seja TISS-28 e NEMS (primeiras e últimas 24 horas) foram consideradas bons preditores da ocorrência de óbitos. No entanto, a comparação entre as curvas de ROC (Receiver Operating Characterist) e o Modelo de regressão logística comprovou a melhor habilidade do NEMS final na avaliação do prognóstico na UTI. Como conclusão, os resultados mostraram que NEMS ) é um instrumento preciso para a medida de carga de trabalho de enfermagem na UTI e de gravidade dos pacientes críticos, podendo substituir o TISS-28
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 27.09.2002

  • Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    EE10200006673T2195
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      NOGUEIRA, Gisele Puerta; PADILHA, Kátia Grillo. Indicadores de Gravidade em Unidade de Terapia Intensiva: estudo comparativo entre o "Therapeutic Scoring System-28" e a sua versão reduzida. 2002.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2002.
    • APA

      Nogueira, G. P., & Padilha, K. G. (2002). Indicadores de Gravidade em Unidade de Terapia Intensiva: estudo comparativo entre o "Therapeutic Scoring System-28" e a sua versão reduzida. Universidade de São Paulo, São Paulo.
    • NLM

      Nogueira GP, Padilha KG. Indicadores de Gravidade em Unidade de Terapia Intensiva: estudo comparativo entre o "Therapeutic Scoring System-28" e a sua versão reduzida. 2002 ;
    • Vancouver

      Nogueira GP, Padilha KG. Indicadores de Gravidade em Unidade de Terapia Intensiva: estudo comparativo entre o "Therapeutic Scoring System-28" e a sua versão reduzida. 2002 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: