Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Problemática dos metais e sólidos no tratamento de água (estação convencional de ciclo completo) e nos resíduos gerados (2002)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: BARROSO, MARCELO MELO - EESC
  • USP Schools: EESC
  • Sigla do Departamento: SHS
  • Subjects: TRATAMENTO DE ÁGUA; RESÍDUOS SÓLIDOS
  • Language: Português
  • Abstract: O aumento da demanda de água potável e por conseqüência dos resíduos gerados, tem levado a indústria da água no Brasil, composto por aproximadamente 7500 ETAs, a deparar-se com dispendiosos ônus técnicos e financeiros no gerenciamento destes resíduos. Os sólidos, e, inclusive metais são os principais constituintes dos resíduos gerados durante o tratamento de água, sejam nos decantadores ou filtros. A compreensão da produção dos metais e sólidos em um ETA, assume grande importância. Apresenta-se neste estudo, os aspectos que envolvem a presença de metais e sólidos no tratamento de água. Realizou-se a avaliação dos metais nas diferentes etapas do tratamento de água. Realizou-se a avaliação dos metais nas diferentes etapas do tratamento, assim como a estimativa de produção de sólidos suspensos totais e em metais em uma ETA convencional que utiliza como coagulante sulfato de alumínio. Para tanto foram coletadas amostras de água de diferentes etapas do tratmento (captação, coagulação, floculação/sedimentação, filtração e estabilização final) e dos resíduos de decantadores e água de lavagem dos filtros ETA/São Carlos-SAAE. Os metais foram determinados em espectrofotômetro de absorção atômica, com pré-concentração de metais em coluna de troca iônica (resina catiônica fortemente ácida). A liberação de material dissolvido foi observada, ao longo das unidades de tratamento; parcela dos sólidos dissolvidos liberados são constituídos de metais dissolvidosressolubilizados e/ou não removidos. Entretanto, tais afirmações são passíveis de estudos complementares. Na água tratada foram verificadas concentrações de chumbo, acima do limite de 10 μg/L estabelecido pelo Padrão de Potabilidade, Portaria nº1469/2000. A partir do balanço de massa e de análises realizadas nos resíduos estimou-se a produção diária de sólidos e de metais, e verificou-se retenção, nos decantadores, principalmente da fração particulada dos metais. A adição de produtos químicos contribuiu com cerca de 37% dos sólidos produzidos na ETA/São Carlos
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 29.04.2002
  • Acesso online ao documento

    Online access or search this record in

    Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    EESC31100037087TESE 0709
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      BARROSO, Marcelo Melo; CORDEIRO, João Sérgio. Problemática dos metais e sólidos no tratamento de água (estação convencional de ciclo completo) e nos resíduos gerados. 2002.Universidade de São Paulo, São Carlos, 2002. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/18/18138/tde-24112016-143358/pt-br.php >.
    • APA

      Barroso, M. M., & Cordeiro, J. S. (2002). Problemática dos metais e sólidos no tratamento de água (estação convencional de ciclo completo) e nos resíduos gerados. Universidade de São Paulo, São Carlos. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/18/18138/tde-24112016-143358/pt-br.php
    • NLM

      Barroso MM, Cordeiro JS. Problemática dos metais e sólidos no tratamento de água (estação convencional de ciclo completo) e nos resíduos gerados [Internet]. 2002 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/18/18138/tde-24112016-143358/pt-br.php
    • Vancouver

      Barroso MM, Cordeiro JS. Problemática dos metais e sólidos no tratamento de água (estação convencional de ciclo completo) e nos resíduos gerados [Internet]. 2002 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/18/18138/tde-24112016-143358/pt-br.php