Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Determinação da transpiração máxima em um pomar jovem de lima ácida 'Tahiti' (Citrus latifolia Tan.) e sua relação com a evapotranspiração de referência (2002)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: COELHO FILHO, MAURICIO ANTONIO - ESALQ
  • USP Schools: ESALQ
  • Sigla do Departamento: LCE
  • Subjects: LIMÃO; BALANÇO HÍDRICO; IRRIGAÇÃO; TRANSPIRAÇÃO VEGETAL
  • Language: Português
  • Abstract: Este trabalho teve como objetivo avaliar o método do balanço de calor em plantas jovens de lima ácida 'Tahiti' em condições de campo e estudar a possibilidade de se estimar a transpiração máxima das plantas com o conhecimento da demanda atmosférica (evapotranspiração de referência) e área foliar. O trabalho foi conduzido no campo experimental de Irrigação e Drenagem da Fazenda Areão - ESALQ/USP, Campus Luiz de "Queiroz", situada no município de Piracicaba - SP. Foram realizadas medidas diretas da transpiração em lisímetros de pesagem (0,5 m2) instalados na área experimental, verificando-se o desempenho do método de balanço de calor (MBC) em escala diária. Foi verificada uma excelente concordância entre os dois tipos de medida com diferença média de 0,05% e r2 de 0,72. Os valores de fluxo de seiva responderam positivamente às condições de demanda atmosférica ao longo de um dia, sendo o MBC uma alternativa viável em estudos de relações hídricas em pomares jovens de plantas cítricas. Ao se utilizar a transpiração máxima (fluxo de seiva) escalonada (Tr) pela área foliar total, foi possível estudar comparativamente plantas com área foliar variando de 0,17 a 1,1 m2 e transpirando em épocas diferentes. A Tr variou de 0,29 a 2,3 (L m-2 d-1) linearmente com a demanda atmosférica, sendo que os coeficientes angulares variaram dependendo do método utilizado para determinação da evapotranspiração de referência (ETo) (Penman-Monteith, de Penman, de Priestley-Taylor edo tanque classe A). Foi observado, também, que a transpiração diária estimada pela multiplicação de ETo/2,88 pela área foliar das plantas, mostrou-se em boa concordância com a transpiração determinada, sendo a maior obtida ao se utilizar o modelo de Penman no cálculo de ETo, com superestimativa em relação à transpiração medida de 5,6%
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 05.09.2002

  • Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    ESABC10500034144t634.334 C672d ex.2 80364
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      COELHO FILHO, Maurício Antonio; ANGELOCCI, Luiz Roberto. Determinação da transpiração máxima em um pomar jovem de lima ácida 'Tahiti' (Citrus latifolia Tan.) e sua relação com a evapotranspiração de referência. 2002.Universidade de São Paulo, Piracicaba, 2002.
    • APA

      Coelho Filho, M. A., & Angelocci, L. R. (2002). Determinação da transpiração máxima em um pomar jovem de lima ácida 'Tahiti' (Citrus latifolia Tan.) e sua relação com a evapotranspiração de referência. Universidade de São Paulo, Piracicaba.
    • NLM

      Coelho Filho MA, Angelocci LR. Determinação da transpiração máxima em um pomar jovem de lima ácida 'Tahiti' (Citrus latifolia Tan.) e sua relação com a evapotranspiração de referência. 2002 ;
    • Vancouver

      Coelho Filho MA, Angelocci LR. Determinação da transpiração máxima em um pomar jovem de lima ácida 'Tahiti' (Citrus latifolia Tan.) e sua relação com a evapotranspiração de referência. 2002 ;