Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

A poética do espaço urbano: a trajetória da vertigem (2002)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: SILVA, MARLI DE FÁTIMA - ECA
  • USP Schools: ECA
  • Sigla do Departamento: CAC
  • Subjects: TEATRO; GRUPOS TEATRAIS; ESPAÇO CÊNICO
  • Language: Português
  • Abstract: O objeto privilegiado de pesquisa de "A poética do espaço urbano - a trajetória da vertigem" é localizar a poética do espaço urbano por meio da análise dos espetáculos do Teatro da Vertigem. O corpo do presente trabalho apresenta-se dividido em três capítulos: 1. "Os espetáculos nas suas espacialidades internas"; 2. "Espaço urbano: a trajetória do Teatro da Vertigem na cidade de São Paulo"; e 3. "Sociometria do Apocalipse". No primeiro capítulo, são analisados os espetáculos: Paraíso Perdido, O Livro de Jó e Apocalipse 1.11. No segundo capítulo, é estudada a relação que existe entre os espaços escolhidos pelo grupo teatral em questão e os espetáculos levados a termo com base em pesquisas pretéritas, e, no terceiro capítulo, com base no espetáculo Apocalipse 1.11 é realizado um roteiro de São Paulo, cujo fim é o de revelar o quanto um referencia o outro.Dessa maneira, pode-se dizer que a trajetória seguida por nós foi partir do espaço interno do espetáculo, passar pelo espaço físico utilizado para as montagens, para chegar à cidade como um todo. Criado em 1991, o Teatro da Vertigem encontrou em seu percurso, elementos característicos como a exploração de espaços não convencionais, que elegemos como objeto privilegiado de estudo. Não que fosse uma prática teatral nova, mas a questão que se colocou foi a de compreender como o grupo valeu-se dos espaços eleitos para engendrar sua poética e, por meio da mesma, refletir uma cidadepeculiar como São Paulo. Ao longo desse período, o grupo montou três espetáculos que interpretamos como partes de um todo, ou seja, no decorrer da trilogia propõe-se uma procissão por espaços de São Paulo, a saber: em 1992 o espetáculo Paraíso Perdido foi recebido pela Igreja de Santa Ifigênia; em 1995 foi a vez do Hospital Humberto I ser escolhido para a realização de O Livro de Jó: e, em 2000, o Presídio do Hipódromo recebeu o Apocalipse 1.11. O procedimento vertiginoso utilizado pelo grupo, tem como principal objetivo desestabilizar o espectador e levá-Io a abandonar a cidade imaginária na qual crê morar, para lançar um olhar novo e conhecedor do caos urbano que o circunda. Um dos procedimentos mais caros ao grupo é o processo de resignificação que pratica. Assim, são escolhidos espaços (dentro da cidade de São Paulo) com uma função social muito definida, uma carga humana (de emoções e memória) muito grande e tais espaços são resignificados de acordo com a necessidade temática. Por exemplo, na montagem de Paraíso Perdido, a discussão era o fim do sagrado, assim o público ao entrar na Igreja não encontrava referências paradisíacas, mas infernais. O Teatro da Vertigem leva o público para dentro de espaços concretos e instaura um processo vertinoso ao deixar o espectador nos limites de realidade e fantasia. Para provocar tais sensações o grupo tem ainda toda a trama sensorial que o espaço eleito abriga.Tal limite é explorado incessantemente até provocar vertigem. Nesse sentido, outro dado importante é o fato de apresentar personagens bíblicos, com uma carga religiosa muito grande, mas ancorados na contemporaneidade. Sem ter medo do feio e do sujo, o grupo mergulha no grotesco para discutir o essencial
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 26.08.2002

  • Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    ECA20100045392t869.920961 S586p e.2
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      SILVA, Marli de Fátima; FERNANDES, Sílvia. A poética do espaço urbano: a trajetória da vertigem. 2002.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2002.
    • APA

      Silva, M. de F., & Fernandes, S. (2002). A poética do espaço urbano: a trajetória da vertigem. Universidade de São Paulo, São Paulo.
    • NLM

      Silva M de F, Fernandes S. A poética do espaço urbano: a trajetória da vertigem. 2002 ;
    • Vancouver

      Silva M de F, Fernandes S. A poética do espaço urbano: a trajetória da vertigem. 2002 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: